Cyberbullying: A Violência Infantil no mundo digital e suas vítimas

devil_childO Bullying é o ato covarde propalado pelos bullies (em bom português, valentões), que não passam de um bando de idiotas que usam sua condição de superioridade física, numérica ou mesmo hierárquica para impor medo e agir menos como selvagens, pois até mesmo as tribos ditas “selvagens” não agem feito uma cepa de retardados. O bullying está presente desde o colégio, até mesmo em empresas, passando por faculdades, forças armadas, vizinhança etc. O mundo virtual – o chamado ciberespaço (do termo em inglês cyberspace) –, como sendo um reflexo de nosso mundo real, Neo, não fica diferente disso, ainda mais quando se conta com a facilidade de se esconder por trás de uma tela brilhante, dando uma suposta liberdade de se fazer oi que quiser, causando até mesmo mortes de adolescentes. Aqui vamos nós para mais uma viagem pelo terreno mais obscuro do Universo: a mente humana.

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

Anúncios

Loucas destróem imagens sacras em igreja do Pará

mulher_loucaTEMOS QUE RESPEITAR!! Quantas vezes vocês escutaram isso, só porque dizem não acreditar no monte de besteiras da Bíblia? Mas ateus, agnósticos e céticos em geral são criaturas amaldiçoadas por Satanás e odeiam religiões a ponto de destruir objetos de veneração, não é mesmo? Então, avisem isso a duas loucas evangélicas (ou evangélicas loucas?). Avisem também que a bosta do livrinho delas manda agir com calma e mansidão, ordenadas pelo próprio Jesus, já que essas malucas invadiram a igreja de São Miguel do Guamá, no Pará, e destruíram imagens sacras.

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

As novas guerras civis são repugnantes, brutais e longas

guerraEsta é uma época movimentada em termos de guerras civis. O exército cingalês penetrou profundamente em território tamil, buscando uma vitória decisiva. Os assassinatos na Irlanda do Norte demonstram como perdedores inconformados tentam ganhar vantagem sobre os rivais em qualquer processo político. Além disso há o perigo de que guerras civis recém-pacificadas, como as do Iraque e do Sudão, ressurjam, enquanto a recessão global pode provocar o aparecimento de outras.

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

Violência no Oriente Médio custou US$ 12 tri em 20 anos

violencia_orienteOs conflitos no Oriente Médio levaram à perda de US$ 12 trilhões nos últimos 20 anos. O alerta é de um levantamento feito por especialistas dos governos da Suíça, Noruega, Turquia e Catar, em parceria com o centro de pesquisa indiano Strategic Foresight Group.

Os cálculos têm como base o conceito de “custo de oportunidade”, ou aquilo que poderia ter sido feito com o dinheiro investido em guerras. Na equação, entram todos os gastos com armamento, assim como a perda de produtividade, prejuízos para o sistema de saúde, destruição de infraestrutura e renda não gerada.

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

1 milhão de homicídios no Brasil em 30 anos

homicidio.jpgQuando completar 30 anos, no fim de 2008, a mais antiga e confiável base de dados sobre mortes do Brasil, o DataSUS, do Ministério da Saúde, iniciada em 1979, apontará um número de homicídios acumulado nessas três décadas bem próximo – um pouco maior, um pouco menor – de 1 milhão. A conta é comparável à de países em conflito bélico. Angola levou 27 anos para atingi-la, mas estava oficialmente em guerra civil.

Os números são apresentados por um estudioso do fenômeno da violência, o economista Daniel Cerqueira, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), para chamar a atenção para a “tragédia anunciada” da segurança pública brasileira. “A questão social não seria unicamente responsável se a gente tivesse um sistema coercitivo que funcionasse. Temos um sistema de segurança pública falido. A violência é como um barco à deriva desses problemas sociais, socioeconômicos”, diz. Continue lendo