Por que não sou cristão

Por Bertrand Russel

Esta palestra foi proferida, a 6 de março de 1927, na
Prefeitura Municipal de
Battersea, sob os auspícios da
Seção do Sul de Londres da National Secular Society.

Como vosso presidente vos disse, o assunto sobre que vou falar-vos esta noite se intitula: “Porque não sou cristão”. Talvez fosse bom, antes de mais nada, procurássemos formular o que se entende pela palavra “cristão”. É ela usada, hoje em dia, por um grande número de pessoas, num sentido muito impreciso.

5 Respostas

  1. […] Dez 12, 11:45 AM — Por que não sou cristão […]

  2. li! muito interesante! quero resaltar que um motivo para não ser cristão, é que os que defendem esta tese, desconhecem o que a biblia fala a respeito de ser um cristão .Se esses que defendem a biblia a lesem,descobririam que não são nem projeto , e que o cristianismo morreu com cristo na cruz.

  3. Eu teria tudo para ser cristã, estudei dez anos em um colégio religioso. Acho que exatemente por esse motivo não sou. O raciocínio cristão não entram na minha cabeça de jeito nenhum. Me recusei a fazer a primeira comunhão e fui respeitada pela minha família. Me considero uma agnóstica teísta, porém não acredito num Deus que nos julgue. Costumo brincar dizendo que” meu Deus sou eu”. Até entendo as pessoas que precisam dessas regras religiosas, por na verdade não saberem como se comportar corretamente em uma sociedade. Sabemos que a religião foi muitas vezes usada de desculpa pra guerras e preconceitos. De todas que conheci a que mais me identifiquei foi o Candomblé,por não existir pecado, preconceitos de raça, preconceito financeiro e preconceito quanto a condição sexual, embora eu não concorde com tudo, esses quatro itens me incomodam demais nas outras religiões Acho que na verdade é porque a pessoa que me orienta tem uma excelente formação, é francesa com tese na Sorbonne, ou seja não tem preguiça de usar o cérebro e é aberta ao debate. Deus para mim é o resultado de tudo, como o circulo prismático de Newton, que demonstra que o branco resulta de várias cores (laranja ,vermelho, verde, azul, amarelo e violeta). Então Deus é a soma de todos nós. Isso para os cristãos é heresia. O maior choque que tive quanto ao pensamento cristão foi quando minha cabeleireira que é cristã (evangélica) me disse que homossexuais são aberrações e que pessoas que nascem por exemplo com a síndrome da sereia (pés juntos, que necessitam de várias cirurgias) são resultado de sexo de humanos com animais, que podem ser dos pais ou de ancestrais, isso explicado por seu pastor de uma grande igreja conhecidíssima, bom troquei de profissional. A religião cristã está tomando esse rumo, se já não gostava antes agora então nem pensar. Ela não evolui, retrocede. E lógico, o motivo maior, a bíblia e os contos da Carochinha estão ali lado a lado.

  4. Nasci em um ambiente “cristão”. Meu acesso forte na religião deu-se no período da ditadura militar e obtive muita inspiração para a ação com a teologia da libertação, onde fé e vida, fé e compromisso social forneceram-me sentido para uma praxis cristã. Rompi com a igreja no momento em que a onda carismática identificada pelo padre pop star Marcelo Rossi contaminou grande parte do clero e liderânças. Acho que sai no momento certo. Foi graças a esse olhar mais racional que vejo riquezas extraordinárias nesse brilhante texto de Bertrand Russel. Não tenho dúvida nenhuma de que grande parte dos que se dizem “cristãos”, desprovidos de embasamento lógico, são incapazes de discordar com argumentos sólidos as questões abordadas neste documento.

  5. Bertrand Russell não chega a ser um demolidor como Nietzsche ou mesmo Feuerbach mas ele, apesar de toda a sua elegância e cortesia, é tão desconstrutor como um Michel Onfray (Tratado de Ateologia), um Christopher Hitchens (Deus Não É Grande), um Richard Dawkins (Deus, Um Delírio), um Sam Harris (Carta a Uma Nação Cristã), um Luc Ferry (Aprender a Viver) e alguns outros poucos. Graças a todos esses autores os personagens de O Garoto Que Queria Ser Deus expressam dezenas de indagações neles inspiradas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: