Impulsos perversos chegam nos piores momentos, diz psicólogo

lecterUm redemoinho de visões do sistema de esgoto do cérebro parece chegar nos piores momentos – durante uma entrevista de emprego, uma reunião com o chefe, um nervoso primeiro encontro, um importante jantar. E se eu começasse uma guerra de comida com esses canapés? Zombasse da gagueira do anfitrião? Soltasse um xingamento racista?

“Aquele pensamento único é o suficiente”, escreveu Edgar Allan Poe em O Ímpeto da Perversidade, um ensaio sobre impulsos indesejáveis. “O impulso aumenta para uma vontade, a vontade vira desejo, o desejo vira um anseio incontrolável.” Ele acrescentou, “Não há paixão na natureza tão diabolicamente impaciente quanto a daquele que, estremecendo na ponta de um precipício, medita assim um mergulho.”

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: