Líderes muçulmanos na Indonésia querem controlar fiéis no Facebook

muculmano_internetEnquanto o Império do Mal muda de opinião como eu troco de camisa, montando uma rede social para os católicos, enquanto numa notícia anterior ele fala que Internet é feia, boba e chata, os Camelinhos de Alá mostram-se sempre “antenados” com as novas tecnologias e defendem arduamente o livre-arbítrio das pessoas. Será mesmo? Se for, avisem ao pessoal da Indonésia, pois quase 700 clérigos muçulmanos de lá se reuniram para estudar fórmulas para regular a participação em redes sociais pela internet como o Facebook e evitar que seus fiéis as usem para “atividades sexuais ilícitas”, ou seja, nada de ver mulher com o cabelo de fora via webcam. É haran, é pecado. Alá não gosta.

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: