Pesquisadores paranaenses desenvolvem novo sistema para tradução de textos em braile

leitor_braileSetenta reais e mais uns trocados. Esse é o custo final de um inovador aparelho que poderá revolucionar a educação para deficientes visuais no Brasil. Trata-se de um leitor de braile, capaz de traduzir sinais táteis da linguagem em alto-relevo para a escrita convencional. O protótipo foi desenvolvido na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), no Paraná, e ganhou o 3º Prêmio Werner Von Siemens de Inovação Tecnológica. O grande mérito do projeto, segundo seus pesquisadores, é associar facilidade de uso, simplicidade e baixo custo.

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: