Rumo a um diagnóstico não invasivo

Identificada na urina molécula que pode indicar surgimento e progressão do câncer de próstata

prostataUma descoberta feita por pesquisadores norte-americanos poderá trazer uma alternativa ao exame de próstata, um tabu que ronda muitos homens que chegam aos 40 anos. A identificação de uma molécula presente na urina cujos níveis estão associados à progressão do câncer de próstata pode dar origem no futuro a um método simples e não invasivo para detectar a doença, prever sua agressividade e auxiliar na escolha do tratamento mais adequado.

Esta é a primeira vez que uma molécula relacionada ao câncer de próstata – o mais frequente entre os homens – é detectada na urina. Hoje a doença pode ser eficientemente diagnosticada por meio do exame de toque retal e da medição dos níveis da enzima PSA no sangue. Mas suas características variam entre os pacientes, o que dificulta a identificação daqueles com maior risco de progressão da doença.

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: