IURD é derrotada na Justiça

Ah, o doce aroma no ar… Um aroma raro e doce… O aroma de justiça sendo feita!

Alguém se lembra da notícia onde o Marcello Crivell tomou na cabeça, sequer indo pro segundo turno da eleição para prefeito no Rio de Janeiro? Pois é. Não foi só naquela ocasião que G-zuis abandonou o sobrinho do demo do Edir Macedo. O “distinto” senador e membro da cópula cúpula da Igreja Universal do Reino do Roubo de Deus, levou na cabeça pela justiça também. Ela pode ser cega, mas pra ladroagem ela não é burra (às vezes).

Segundo o site Consultor Jurídico, o Superior Tribunal de Justiça negou o pedido de indenização feito por ele contra a TV Globo. Crivella recorreu à Justiça com a alegação de que foi ofendido com uma crônica do comentarista Arnaldo Jabor, veiculada no Jornal da Globo no dia 12 de julho de 2005. A princesa chiou, bateu o pézinho, rodou a pomba-gira… digo, a evangélica, mas não conseguiu convencer ninguém. Mal aê, rapaz!

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: