O cérebro da mulher de Flores

homo_florensiensis Durante o ano de 2003, uma equipe de antropólogos australianos encontrou um conjunto de fósseis na caverna de Luang Bua, situada na ilha de Flores (Indonésia), e iniciou uma enorme controvérsia sobre a origem dos seres humanos modernos.

Tratava-se do esqueleto bastante completo de uma mulher com cerca de 30 anos de idade, completamente bípede, com aproximadamente 1 metro de altura, que havia vivido na região há 18 mil anos. Esse esqueleto ficou conhecido como LB1. Depois, foram encontrados mais ossos ou fragmentos pertencentes a outros indivíduos, junto com utensílios de pedra, sinais de uso de fogo e resquícios de animais que indicavam a prática da caça.

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: