A História do Vinho nas Religiões

baco1-131x150Em época de festas cristãs, como o Natal, lembramos da densa carga religiosa do vinho, acumulada através de sua longa e rica história. O nobre fermentado teve papel importante na evolução das tradições, valores intelectuais, morais e espirituais do homem. Não há religião sem culto, e toda liturgia necessita de gestos e de símbolos. A videira e o vinho estiveram presentes nos principais rituais, sagrados ou profanos, e em quase todas as celebrações, desde os primórdios da civilização. Dos deuses egípcios e greco-romanos ao extremo oriente; da Bíblia dos judeus e cristãos ao Islamismo; do protestantismo à Santa Inquisição; da Revolução Francesa à Lei Seca, o vinho sempre esteve em evidência quando o assunto foi religião. Mas como e por que este suco de uva fermentado se transformou em símbolo messiânico para alguns, em instrumento de Satã para outros, ou até, em alguns casos, em uma crença em si?

Continue reading »

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: