A corrida asiática para a Lua

china_luaO envio de um ser humano à Lua era uma notícia velha. Agora, não é mais. Está em andamento uma corrida espacial entre gigantes asiáticos – China, Índia, Japão e até mesmo a Coréia do Sul – e a China deseja desesperadamente vencê-la. Para os chineses, não se trata apenas de adquirir o direito de gabarem-se. Ser o primeiro país asiático a mandar um homem à Lua é algo que remete ao cerne da busca de Pequim por poder e segurança.

Passaram-se quase 40 anos desde que Neil Armstrong comandou a missão Apollo 11. Mas a China e a Índia – cada um destes países possui cerca de 700 milhões de habitantes que vivem com menos de US$ 2 diários ou menos – anunciaram recentemente que almejam colocar uma pessoa na superfície lunar até 2020. O Japão, que cancelou grande parte das suas atividades de exploração espacial na década de 1990, retomou as suas ambições e fala agora em uma missão à Lua neste mesmo prazo. E recentemente a Coréia do Sul entrou no jogo, com o mesmo cronograma.

Continue lendo »

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: