De frascos com 50 anos, novos indícios da origem da vida

Uma experiência clássica explorando a origem da vida produziu novos resultados, mais de meio século depois.

Em 1953, Stanley L. Miller, na época um estudante de doutorado de Harold C. Urey na Universidade de Chicago, colocou amônia, metano e hidrogênio – os gases que supostamente estavam presente na atmosfera primordial da Terra- juntamente com água em um frasco selado e aplicou fagulhas elétricas para simular os efeitos de um raio. Uma semana depois, aminoácidos, os blocos de construção das proteínas, foram gerados a partir de moléculas simples. Read more »

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: