Preconceito cristão ameaça paz religiosa na Coréia do Sul

No templo de Jogye, normalmente uma ilha de serenidade budista, policiais a paisana estão de campana nas saídas, em um esforço por capturar fugitivos que tentem escapar. Líderes dos ferozes protestos contra o governo, acusados de instigar violência, estão acampados no terreno do templo. Eles procuraram o templo em busca de refúgio político e não de elevação espiritual. Um funcionário do governo os definiu como “demônios”.

Read more »

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: