Cientistas portugueses criam transistor de papel

Eu já estava perdendo as esperanças com o povo português, principalmente devido a certas 3 pessoas que vêm comentar no Cet.net. Graças a Minerva, não é bem assim e podemos deixar as generalizações de lado. De Portugal, nos chega a notícia sobre uma descoberta poderá tornar muito mais baratos e biodegradáveis os transistores, componentes eletrônicos que amplificam sinais elétricos.

Uma pesquisa coordenada por dois cientistas portugueses conseguiu desenvolver o primeiro transistor tendo como base o papel. “O custo do transistor em silício deve ser mil vezes maior do que do transistor em papel”, diz Elvira Fortunato, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, que, junto com Rodrigo Martins, lidera a investigação. Read more »

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: