Virgens viram moeda de troca por um burro no Paquistão

O Paquistão, apesar de ser um dos poucos países do mundo capazes de fabricar armas nucleares, continua socialmente ancorado no feudalismo mais arcaico. Muitas de suas tribos dão mais valor aos animais domésticos que às mulheres, como deixou claro a decisão adotada por um conselho de notáveis locais (yirga) da província do Baluquistão, de saldar uma antiga disputa entre clãs com a entrega de 15 virgens entre 3 e 10 anos de idade.

O confronto foi provocado há oito anos por um cachorro do clã dos qalandaris que mordeu um burro dos chakranis. O cão devia estar com raiva e o asno morreu. Desde então esses dois clãs travam uma briga sem sentido que custou a vida de 13 pessoas: 11 qalandaris e um homem e uma mulher chakranis. A yirga pretendia com sua intervenção acabar com o derramamento de sangue, para o que recorreu a sua sentença mais ancestral: a oferta de impúberes em casamento, sem levar em conta a idade dos homens com os quais se casariam. Read more »

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: