Algumas pesquisas científicas ferem dignidade humana, diz Papa

papa_festa2.jpgCheguei à conclusão que os crentes adoram o nosso blog. E o leitor contumaz dele é o Papa! Sim, ele mesmo: o Nazi-Pontíficie ama nossas postagens. De outra maneira, como explicar sua vontade louca de aparecer aqui propagandeando bobagens sem-limites?

Ainda esta semana, publicamos a advertência que o chatólico romano fe, alegando indiretamente que a Ciência era uma espécie de Messalina que seduz as pessoas. Bem, entre uma mulher gostosa sentando no meu colo e um barbudão que usa vestido, anda acompanhado de 12 machos e uma prostituta e que teve tendências sado-maso para “salvar” pessoas (que mesmo assim dizem que vão pro inferno), o que esperam que eu prefira? A Messalina? O Barbudão? Ou os coroinhas? Alguns religiosos mostram bem o que preferem.

Agora, a pérola Bentiana foi dizer que “as pesquisas com células-tronco embrionárias, a inseminação artificial e a possibilidade de pessoas serem clonadas ferem a dignidade dos seres humanos”. Dignidade? O que a ICAR entende que é digno? Deixar pessoas morrerem de AIDS, porque isso é sinal que são pecadoras?

Chico Bento XVI, que parece adorar o som da própria voz, discursou diante de membros do departamento do Vaticano encarregado de questões doutrinárias. Algum cientista? Se você acredita nisso, tem mais fé do que aquele que acredita que um chuvaréu inundou o mundo. O pontífice disse ainda que a Igreja tinha por obrigação defender os “grandes valores em jogo” no terreno da bioética. Eu só quero saber quem foi que conferiu este direito à ela? Talvez o mesmo que disse que eles podiam ir lá em Jerusalém matar tudo que não fosse cristão por lá, num lindo evento de paz e amor chamado “Cruzadas” ou, quem sabe, num sugestivo episódio que mostrou o belo amor cristão dos católicos num evento descrito como Noite de São Bartolomeu.

Esse pronunciamento representa o mais recente de uma série na qual o papa conservador defendeu que o avanço das ciências não deveria ser aceito de forma acrítica. Afinal, a ciência é muito malvada. Por isso, quando João Paulo II tava todo ferrado de doente, ele não teve… cof … cof … cof … nenhuma assistência médica, né? Só ficou rezando e tal. Remédios é para porcos infiéis e incrédulos.

Bento XVI que chefiou o mesmo departamento durante anos antes de ser eleito Papa em 2005, disse que a Igreja não repudia o progresso científico, mas que deseja vê-lo ocorrendo com base “em princípios éticos e morais”. Trocando em miúdos: que não vá de encontro com os dogmas da Igreja Chatólica.

Segundo o líder chatólico, entre esses princípios incluíam-se o respeito ao ser humano como uma pessoa “desde a concepção até sua morte natural” e o respeito à propagação natural da vida por meio do intercurso sexual.

Ou seja: Inseminação artificial é coisa antiética e quem o fizer vai pro inferno. Se bem que sexo também acarreta no Pecado Original e não foi bem visto por nenhum dos pais da Igreja. Em suma: Bento deve estar de sacanagem!

Práticas como o congelamento de embriões, a supressão de embriões no caso de gravidez múltipla, as pesquisas com células-tronco embrionárias, eventual clonagem de pessoas e a inseminação artificial fora do corpo “romperam as barreiras erguidas para proteger a dignidade humana”, afirmou.

A alegação disso é que a pesquisa com células-tronco embrionárias envolve a destruição de embriões. E daí? Quanto embriões viram um ser vivo completo? Quantos bebês efetivamente terminam a gestação? Quantas crianças sobrevivem até o primeiro ano de vida? Qual é o índice de mortalidade infantil até os 10 anos? Isso, pelo visto, não é levado em conta. Só quando é um argumento necessário para mandarem uma porrada de missionário para evangelizar nos outros países no melhor estilo “te dou comida se você for escravo do meu deus”.

No ano passado, cientistas relataram terem conseguido fazer com que células comuns da epiderme se comportassem como células-tronco embrionárias. E nesta sexta-feira (01/02/2008), cientistas sul-coreanos criaram um tipo de célula-tronco a partir da pele de ratos de laboratório sem necessidade de empregar embriões humanos.

O “engraçado” é que o Papão afirmou que a Igreja “vê com bons olhos e encoraja” a pesquisa com células-tronco que venham de outras partes do corpo e que não envolvam a destruição de embriões. Isso como se os cientistas necessitassem da bênção da Igreja para qualquer coisa. A mesma Igreja que viu com bons olhos milhões de pessoas serem exterminadas cruelmente durante todos esses séculos. O melhor que esse Papa deveria fazer seria ficar rezando em sua capela ou, como eu disse no outro artigo, arrumar um divertimentozinho que nem seus antecessores:

79 – 90: Anacleto (ou Cleto)
Tinha uma prostituta como amante, cometeu incesto com a irmã e alguns outros parentes femininos; violentava freiras

366 – 384: Dâmaso I
Assassinou seus rivais ao Papado. Julgado por adultério em 378, perdoado pelo Imperador.

432 – 440: Sisto III
Julgado por estuprar uma freira, mas foi liberado por não haver testemunhas…

896 – 897: Estevão VI

Odiava tanto seu predecessor que exumou seu corpo, o julgou e condenou. Ao final decepou do cadáver os 3 dedos com que os Papas dão a bênção, e fez com que o corpo fosse atirado no rio Tiber.

904 – 911: Sérgio III
Gostava de sexo com meninas menores de idade. Quando tinha 45 anos, sua amante contava com apenas 15 anos de idade.

936 – 939: Leão VII
Morreu de ataque cardíaco enquanto fazia sexo

955 – 964: João XII
Ateu, bisexual, invocada o demônio durante o sexo, castrou um cardeal, morto pelo marido irado da mulher com quem ele estava copulando.

965 – 972: João XIII (João de Nardi)
Enforcou um prefeito com seu cabelo, deflorou a própria sobrinha, morreu como seu pai, João XII, morto pelo marido irado da mulher com quem ele estava copulando.

1033 – 1046: Bento IX (Teofilato de Túsculo)
Assassino, acreditava em bruxaria, praticava bestialismo, promoveu selvagens orgiais bisexuais, casou com a própria prima e então vendeu o papado.

1073 – 1085: Gregório VII (Hildebrando, monge)
Acreditava que livre pensamento não deveria ser permitido, pois levava à Heresia.

1276 – 1277: João XXI (Pedro Juliani)
Originalmente era médico de Gregório X, mas sua incompetência o matou, bem como dois sucessores. João virou Papa de forma sumária, mas morreu logo após. Alguns acreditavam que ele era o anticristo.

1294 – 1303: Bonifácio VIII (Bento Gaetani)
Conquistou o Papado assassinando seu predecessor, Celestivo V. Ateu, homosexual, julgado por heresia, estupro, sodomia e comer carne durante a Quaresma

1342 – 1352: Clemente VI (Pierre Roger de Beaufort)
Dúzias de amantes

1410 – 1415: João XXIII (Baldassare Cossa)
Começou carreira como pirata. Conseguiu o papado com a força das armas. Foi acusado de pirataria, assassinato, sodomia, estupro e incesto.

1458 – 1464: Pio II (Enea Silvio de Piccolomini)
Escrevia literatura erótica. pai de 12 bastardos

1464 – 1471: Paulo II (Pietro Barbo)
Morreu enquanto estava sendo sodomizado por um pagem

1471 – 1484: Sisto IV (Francesco della Rovere)
Teve seis filhos ilegítimos, fazia sexo com a irmã e iniciou a Inquisição Espanhola.

1492 – 1503: Alexandre VI (Rodrigo de Bórgia)
Cometeu o primeiro homicídio aos 12 anos. Pai de diversos bastardos

1503 – 1513: Júlio II (Giuliano della Rovere)
Pedófilo, fazia sexo com garotinhos e prostitutos.

1513 – 1521: Leão X (Giovani de Medici)
Homosexual, tão corrupto que inspirou Lutero a escrever suas 95 teses.

1534 – 1549: Paulo III (Alessandro Farnese)
Envenenou a mãe e a irmão, mantinha uma relação incestuosa com a própria filha, matou cardeais por causa de uma discussão teológica, foi o maior cafetão de Roma, com 45 mil prostitutas trabalhando para ele e pagando tributos.

1550 – 1555: Júlio III (Giovanni Maria del Monte)
sodomizava garotinhos, mantinha relações com o próprio filho ilegítimo, escreveu para ele o poema “em louvor à sodomia”.

Fonte: Eduquenet

Anúncios

5 Respostas


  1. 1) A ICAR ‘acha’ que o mundo todo tem de seguir os dogmas que ela estabeleceu. No que se refere à vontade dela de dominar o mundo, estabelecendo regras (incontestes e invioláveis) para o comportamento humano, usa ela o dogma 27 ” A Igreja é infalível quando faz definição em matéria de fé e costumes”

    “Estão sujeitos à infalibilidade: – O Papa, quando fala ex catedra – O episcopado pleno, com o Papa cabeça do episcopado, é infalível quando reunidoem concílio universal ou disperso pelo rebanho da terra, ensina e promove uma verdade de fé ou de costumes para que todos os fiéis a sustentem”

    2) Já este ‘REDÍCULO’ (a grafia correta para este asno é essa mesma) Papa, deve realmente crer no dogma 26 “O Papa é infalível sempre que se pronuncia ex catedra”

    “Para compreender este dogma, convém ter na lembrança:
    Sujeito da infalibilidade papal é todo o Papa legítimo, em sua qualidade de sucessor de Pedro e não outras pessoas ou organismos (ex.: congregações pontificais) a quem o Papa confere parte de sua autoridade magistral.
    O objeto da infalibilidade são as verdades de fé e costumes, reveladas ou em íntima conexão com a revelação divina.
    A condição da infalibilidade é que o Papa fale ex catedra:
    – Que fale como pastor e mestre de todos os fiéis fazendo uso de sua suprema autoridade.
    – Que tenha a intenção de definir alguma doutrina de fé ou costume para que seja acreditada por todos os fiéis. As encíclicas pontificais não são definições ex catedra.
    A razão da infalibilidade é a assistência sobrenatural do Espírito Santo, que preserva o supremo mestre da Igreja de todo erro.
    A conseqüência da infalibilidade é que a definição ex catedra dos Papas sejam por si mesmas irreformáveis, sem a intervenção ulterior de qualquer autoridade.”

    3) Agora, convenhamos: PQP!
    Parece que ostentar o ‘título’ de ‘papa’ autoriza o detentor (do título) a cometer as maiores atrocidades!

    É…o Papa é ‘pop’ ! 😦
    Habemus Papa !

    => Excelente crítica.
    🙂

  2. 1464 – 1471: Paulo II (Pietro Barbo)
    Morreu enquanto estava sendo sodomizado por um pagem

    WTF!!!

  3. Alguma entidade na história do mundo feriu mais a dignidade humana do que a Igreja Católica. Galhofas… o papa não é mais pop!

    http://cudelontra.wordpress.com

  4. Em resumo, na ICAR tem de tudo, é completa. Assassinatos, incestos, sodomia, estrupos, inveja, ódio, homosexualismo, pedofilia etc. Esses caras são mesmo bandidos da pior espécie.

  5. A pesquisa sobre celulas tronco é a bola da vez. Fora todas as outras pesquisas que a igreja condena. A pergunta fatal é a seguinte: Quem elegeu a ICAR e suas deivadas (evangélicas) e seu sub-produto historico o Islamismo como o forum deliberador do que se pode ou não no mundo.
    A resposta: a ignorância humana, que a reconhece como legítima.

    No fim a verdade irá prevalecer, ou morrer sobre os pés embriagados de fiéis em estado bestial.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: