Jesuítas dos EUA vão pagar US$ 50 mi por abusos no Alasca

jesuitas_alasca.jpg A indenização a ser paga pelos jesuítas por abusos sexuais ocorridos no Alasca é a maior já oferecida por uma ordem católica, em um dos poucos acordos bem-sucedidos nesse tipo de caso, disseram advogados das vítimas na segunda-feira.

“Parece que o Alasca era um depósito de predadores”, disse Barbara Blaine, presidente da entidade Rede de Sobreviventes de Abusos por Padres, de Chicago, comentando o acordo, divulgado no domingo, pelo qual a Província do Oregon da Sociedade de Jesus aceita pagar 50 milhões de dólares em indenizações.

Advogados disseram que o valor se destina a 110 vítimas de aldeias indígenas do Alasca onde padres e missionários cumpriam tarefas da comunidade jesuíta do Oregon. “Nenhuma quantia jamais devolverá uma infância, uma alma ou uma comunidade”, disse Ken Roosa, advogado de uma das vítimas.

“Em algumas aldeias, é difícil encontrar um adulto que não tenha sido sexualmente violado por homens que usaram a religião e o poder para estuprar, envergonhar e então silenciar centenas de crianças nativas no Alasca. Apesar disso tudo, nenhum líder religioso católico já admitiu que padres-problema eram jogados no Alasca”, acrescentou.

A província jesuíta do Oregon não se manifestou diretamente, mas seu superior, John Whitney, afirmou ao Los Angeles Times que o grupo estava “frustrado” pela divulgação “prematura e nociva à província” dos detalhes do acordo por parte dos advogados.

O acordo não implica nenhuma admissão de culpa por parte dos jesuítas, e também não diz respeito à Diocese de Fairbanks, que segundo os advogados também foi responsável pelos abusos. O maior acordo com a Igreja Católica nos EUA foi em julho passado, com a Arquidiocese de Los Angeles — 660 milhões de dólares para indenizar 508 vítimas em casos de abusos que remontavam à década de 1940.


Fonte: Terra Notícias

Anúncios

5 Respostas

  1. E com muito sarcasmo digo:

    “E a verdade vós libertará…”

    Já se passou muito tempo para que tantos podres ficassem escondidos… Será o fim dos tempos? Pois afinal de contas “A justiça está sendo feita” 😛

  2. Essas indenizacoes deveriam ser bem mais altas a fim de diminuir um pouco o imenso poderio do Vaticano. E pena que esse bando de pedofilos se livre de uma boa cana. Canalhas.

  3. Saudações !

    O pior nisso tudo sempre foi e continua sendo a própria comunidade “cristã”, que apesar de todas as evidências, continua apoiando as religiões que propagam o cristianismo, especialmente a “santa madre igreja apostólica romana”, visando única e exclusivamente seu prórpio benefício e conforto de consciência, fingindo que ainda acreditam em todas as incongruências que nos são jogadas goela abaixo e , se algum padreco, pastor ou líder de qualquer religião cristã erguer a voz para bradar “eu não ajo dessa forma”, deveria primeiro agir como Homem, denunciando os numerosos casos que ainda não vieram à tona, pela própria conivência dos que dizem “eu não faço isso”, mas permitem que outros façam. Conivência também é cumplicidade.

    Luz para as consciências !!!

    P a z !

    Fraternalmente.

    C a r l o s

  4. Eu smpre digo: ‘Padre não é coisa que se crie fora do inferno’.

  5. […] notícias postadas (religiosos pedófilos): • Mais um padre tarado • Jesuítas e os abusos no Alasca • Crianças violentadas no banheiro da […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: