Britânica é detida por chamar ursinho de pelúcia de Maomé

Segundo a agência de notícias EFE, uma professora britânica foi presa no Sudão acusada de insultar a fé e a religião. Gillian Gibbons, 54 anos, está detida na capital do país, Cartum. Meios de comunicação afirmam que Gibbons foi presa depois de permitir que sua turma, com idade em torno de 7 anos, desse o nome de Maomé a um ursinho. O fato pode ser considerado uma grave ofensa ao profeta Maomé. Na lei islâmica, a blasfêmia é punida com 40 chicotadas.

Gibbons pediu às crianças que dessem um nome ao urso durante uma aula sobre os hábitos dos animais na Unity High School, de acordo com a Press Association. A embaixada britânica em Cartum disse que o a escolha do nome não deveria causar problemas, já que ele é muito comum no país. Gibbons foi presa domingo em sua casa, depois que alguns pais apresentaram uma queixa ao Ministério da Educação. A professora, acusada de blasfêmia, pode ser punida com até três meses de detenção.

Gibbons deixou Liverpool, na Inglaterra, para dar aulas no Sudão em julho. Um porta-voz afirmou que a família está muito preocupada com sua segurança e que seu ato foi inocente, que ela nunca quis ofender o islamismo.

O tribunal sudanês que julga a professora britânica por supostas ofensas contra islamismo a considerou culpada e a sentenciou a 15 dias de prisão e a abandonar logo depois o país. Gillian Gibbons, a acusada de ofender as crenças religiosas muçulmanas e incitar o ódio por permitir a seus alunos que colocasse o nome de Maomé em um ursinho de pelúcia.

A promotoria sudanesa decidiu apresentar à Justiça a cidadã britânica conforme o artigo 125 do Código Penal, segundo o qual sua pena poderia ser seis meses de prisão, pagamento de uma multa, ou receber 40 chicotadas.

Uma hora antes do veredicto, os advogados da defesa tinham se mostrado confiantes com a sessão do julgamento que começou nesta mesma tarde e terminou poucas horas depois. A direção do colégio particular no qual Gibbons trabalhava como professora de língua inglesa anunciou o fechamento de suas instalações por medo de que aconteçam ataques contra a instituição.

Anúncios

4 Respostas

  1. Palmas para Jesus! Ops… Religião errada!

  2. Deixa ver se entendi. Ano passado houve um rebuliço mundial em torno da publicação por um jornal dinamarquês de 12 cartuns sobre o profeta Maomé e outras personas ligadas ao islamismo.

    Agora uma professora inglesa é presa em Cartum, capital do Sudão, acusada de blasfêmia ao apelidar um ursinho (provavelmente de pelúcia) com o nome do mesmo personagem do islã.

    Deu vontade de desenhar um cartum sobre o incidente na cidade idem…

  3. …assim se diferencia as raças humanas que por fim como todo tipo de raça de animais vivos somente os mais adaptados ao meio sobrevivem….

    Eu mesmo.

  4. Eu acho que existe motivos politicos atras dessa historia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: