Juiz encontra nove erros em filme que deu Nobel a Al Gore

gore.jpgUm juiz da Alta Corte britânica identificou “nove erros científicos” no filme Uma Verdade Inconveniente, que rendeu ao ex-vice-presidente americano Al Gore o Oscar de melhor documentário neste ano.

O juiz Burton analisava se o documentário sobre mudança climática realizado por Gore – que sustenta a tese da ação humana como causa do aquecimento global – poderia ser exibido em salas de aula.

A sentença considerou o filme tendencioso, mas permitiu sua exibição sob condição de que os professores apontem os trechos polêmicos e apresentem os argumentos contrários às informações.

Assista à reportagem da BBC

Segundo o magistrado, os erros científicos da obra incluem a alegação de que o nível do mar subirá até 20 pés (mais de 6 metros) por causa do derretimento do gelo na Antártida e na Groenlândia.

Esta afirmação foi considerada “alarmista”. Segundo o juiz, indícios apontam que o derretimento do gelo da Groenlândia liberaria esta quantidade de água “apenas em milênios”.

Outra parte do documentário reprovada pelo juiz faz referência a estudos científicos que indicam que, pela primeira vez, ursos polares se afogaram ao tentar nadar longas distâncias – até quase 100 quilômetros – em busca de gelo.

“O único estudo científico que ambas as partes conseguiram apontar é um que indica que quatro ursos polares foram encontrados recentemente afogados por causa de uma tempestade”, disse o juiz.

A Corte aceitou ainda a argumentação de que não há evidências científicas suficientes para estabelecer uma relação entre o aquecimento global e o desaparecimento da neve no monte Kilimanjaro, no leste da África.

Decisão ´embaraçosa´

O filme foi analisado a pedido do diretor de uma escola inglesa em Kent, que tentou barrar a exibição do documentário. Uma Verdade Inconveniente havia sido enviado a todas as escolas secundárias da Inglaterra, Escócia e País de Gales.

O documentário foi acusado de imprecisões em diversas ocasiões, mas venceu o Oscar de sua categoria em fevereiro deste ano e deu um “empurrão” para que o ex-vice-presidente americano fosse cotado para o prêmio Nobel da Paz, que foi anunciado sexta-feira.

Para o analista de meio ambiente da BBC Roger Harrabin, a decisão é “embaraçosa para Al Gore”, e poderia levar o público a refletir sobre a polêmica envolvendo a validade das evidências científicas em torno do aquecimento global.

Para Harrabin, a sentença não afeta o governo britânico, já que o principal argumento do filme não é questionado.

“É importante esclarecer que os argumentos centrais de Uma Verdade Inconveniente, de que a mudança climática é causada principalmente por emissões de gases gerados pela ação humana e terá conseqüências adversas, são amplamente apoiadas em opiniões científicas”, disse o secretário da Infância, Escola e Família da Grã-Bretanha, Kevin Brennan. “Nada no comentário do juiz desmente isto.”


Fonte: BBC Brasil

Anúncios

2 Respostas

  1. “Rezar para a lei da gravidade”?
    A lição de Carl Sagan é muito edificante. Por analogia devemos encaminhar processos judiciais não aos juízes mas ao Código Civil ou Penal. Mas nem todos são intelignetes como era Carl Sagan e por isso continuam rezando para o conjunto de leis que rege o Universo. Carl Sagan era Astrônomo e isso lhe dá credenciais para falar sobre Astronomia. Se ele desse palpites sobre Medicina, algum médico certamente o contestaria. Então porque não o contestar quando falava sobre Deus ou Religião quando essa não é sua especialidade? Pela sua lógica se existem leis que regem a sociedade não precisamos de legisladores nem juizes.

  2. Engraçado que até agora ninguém mostrou que Sagan estava errado.

    Isso é muito significativo, não acha?

    Aliás, o que essa sua bobajada tem a ver com o artigo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: