13 anos depois, homem completa volta ao mundo

jasonlewis1.jpgEle foi atropelado nos EUA, atacado por um crocodilo na Austrália, detido como suspeito de espionagem no Egito e teve o seu barco virado no Atlântico. Neste sábado o aventureiro britânico Jason Lewis finalmente chegou em casa, completando a volta ao globo de 74 mil km, utilizando apenas propulsão humana.

Jason, 40, carregou seu barco de pedais de 8m de comprimento pelos últimos quilômetros até Thames, levando-o através do Meridiano no Observatório Real de Greenwich, onde a expedição começou em 1994.

jasonlewis2.jpg“Estou muito emocionado, muito emocionado”, Jason disse para a rede de televisão Sky News logo que ultrapassou o meridiano. Ele lutou para encontrar palavras enquanto descrevia o que sentia ao final de sua odisséia, que o levou ao redor do globo com a força de seus braços e pernas.

“Tem sido a minha vida por 13 anos, eu investi tudo nisto”, ele disse. “Para ser honesto eu não achei que conseguiria. Houve muitos momentos na viagem em que ela deveria ter acabado.”

Jason iniciou a jornada com um parceito, Steve Smith, em julho de 1994, cruzando o Canal Inglês em um bardo de pedais, e bicicleta até Portugal. De lá ele cruzou o Atlântico em uma jornada de 111 dias até Miami que incluiu encontros íntimos com um barco pesqueiro, uma baleia e uma embarcação militar cubana. O seu barco chegou a virar quando o barco passou a seu lado.

Naquela época a relação entre os dois aventureiros havia começado a deteriorar e eles cruzaram os EUA separadamente. Jason o fez com seus patins rollers a viagem de 5.600 km até São Francisco. Foi nessa parte da viajem que ele foi atropelado por um carro.

jasonlewis3.jpgMeses depois eles pedalaram de São Francisco até o Havaí onde ambos finalmente separaram-se. Jason continuou até a Austrália e foi salvo de colidir com a Grande Barreira de Corais por uma embarcação local que o rebocou até a costa.

Em maio de 2005 ele retornou até ali para fazer o mesmo trecho de 50km com caiaque para certificar-se que a viagem seria completamente feita apenas com força humana. Nesse trecho ele foi atacado por um crocodilo que arrancou um pedaço de seu remo.

Lewis cruzou a Austrália e navegou para o arquipélago indonésio chegando em Singapura. Ele cruzou a Ásia de bicicleta até Mumbia, na Índia, em março.

Ele pedalou até Djibouti, no Chifre da África, colidindo contra um navio afundado no caminho. Três meses depois ele foi interrogado por suspeita de espionagem depois de entrar no território egípcio sem permissão. Finalmente ele foi liberado e viajou até a Europa, chegando em Greenwich, ao sul de Londres, com os aplausos da família, colaboradores, e o Duque de Gloucester, o patrono britânico da expedição.

jasonlewis4.jpgA viagem tinha como objetivo ajudar a levantar fundos para causas humanitárias e chamar atenção para causas ambientais, de acordo com o site da Expedição 360 de Jason. Ele disse que algumas de suas motivações originais mudaram.

“Ao invés de fugir de Londres (o que eu pensava que estava fazendo inicialmente) é hoje mais uma questão de ir ao encontro de idéias pelas quais sou apaixonado”, ele escreveu no site.


Fonte: The Canadian Press

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: