A improbabilidade de Deus

Por Richard Dawkins

Muito do que as pessoas fazem é em nome de Deus. Os irlandeses mandam-se uns aos outros pelo ar em nome de Deus. Os árabes mandam-se a si próprios pelo ar em nome de Deus. Os imãs e os aiatolás oprimem as mulheres em nome de Deus. Os papas e os padres celibatários destroçam a vida sexual das pessoas em nome de Deus. Os shohets judeus cortam a garganta de animais vivos em nome de Deus. As proezas da religião no passado ― cruzadas sangrentas, inquisições que praticavam a tortura, conquistadores que assassinavam em massa, missionários que destruíam culturas, resistência reforçada legalmente e até ao último momento possível a cada nova verdade científica ― são ainda mais impressionantes. E tudo isto para quê? Creio que se torna cada vez mais claro que a resposta é absolutamente para nada. Não há nenhuma razão para que acreditemos que existam quaisquer espécies de deuses e há muito boas razões para que acreditemos que não existem e nunca existiram. Foi tudo um gigantesco desperdício de tempo e de vida. Seria uma anedota de proporções cósmicas se não fosse tão trágico.

Por que é que as pessoas acreditam em Deus? Para a maior parte das pessoas a resposta é ainda uma qualquer versão do antigo Argumento do Desígnio. Olhamos em volta para a beleza e complexidade do mundo ― para o movimento aerodinâmico de uma asa de andorinha, para a delicadeza das flores e das borboletas que as fertilizam; por intermédio de um microscópio para a vida luxuriante existente em cada gota de água de um tanque; por intermédio de um telescópio para a copa de uma sequóia gigante. Refletimos na complexidade eletrônica e na perfeição óptica dos nossos olhos que vêem tudo isto. Se temos alguma imaginação, estas coisas conduzem-nos a um sentimento de temor e reverência. Além disso, não podemos deixar de nos impressionar com a semelhança óbvia dos órgãos vivos com os projetos cuidadosamente planeados dos engenheiros humanos. A expressão mais famosa deste argumento é a analogia do relojoeiro de William Paley, padre do século dezoito. Mesmo que não soubéssemos o que é um relógio, o caráter obviamente concebido dos seus dentes e molas e de como engrenam uns nos outros para um propósito, forçar-nos-ia a concluir “que o relógio teve de ter um autor: que teve de ter existido, nalguma altura, num lugar ou noutro, um artífice ou artífices, que o concebeu com o propósito a que o vemos agora responder; que compreendeu a sua construção e concebeu o seu uso.” Se isto é verdade de um relógio relativamente simples, não é muito mais verdade do olho, do ouvido, do rim, da articulação do cotovelo e do cérebro? Estas belas, complexas e intrincadas estruturas, que foram evidentemente construídas com um propósito, tiveram de ter o seu próprio autor, o seu próprio relojoeiro ― Deus.

Tal é o argumento de Paley, e é um argumento que praticamente todas as pessoas que refletem e têm sensibilidade descobrem por elas próprias em certa altura da sua infância. Durante a maior parte da história deve ter parecido absolutamente convincente e de uma verdade auto-evidente. E contudo, como resultado de uma das mais espantosas revoluções intelectuais da história, sabemos agora que é errado ou pelo menos supérfluo. Sabemos agora que a ordem e a aparente intencionalidade do mundo vivo aconteceu por intermédio de um processo completamente diferente, um processo que funciona sem a necessidade de qualquer autor e que é uma conseqüência de leis físicas basicamente muito simples. Este é o processo de evolução por seleção natural, descoberto por Charles Darwin e, independentemente, por Alfred Russel Wallace.

O que têm em comum todos os objectos que parecem ter de ter tido um autor? A resposta é improbabilidade estatística. Se encontramos um seixo transparente a que o mar deu a forma de uma lente imperfeita, não concluímos que teve de ser concebido por um oculista: as leis da física por si sós são capazes de alcançar este resultado; não é muito improvável que tenha meramente “acontecido”. Mas se encontramos uma lente composta trabalhada, cuidadosamente corrigida contra a aberração esférica e cromática, revestida contra o brilho e com “Carl Zeiss” gravado no rebordo, sabemos que não poderia ter acontecido meramente por acaso. Se pegarmos em todos os átomos de uma tal lente composta e os lançarmos juntos ao acaso sob a impulsionante influência das leis vulgares da física na natureza é teoricamente possível que, por puro acaso, os átomos se agrupem segundo o padrão da lente composta da Zeiss e até que os átomos em redor da orla se agrupem de modo a que o nome Carl Zeiss seja gravado. Mas o número de outras formas segundo as quais os átomos poderiam, com idêntica probabilidade, ter-se agrupado é tão extremamente, imensamente, incomensuravelmente elevado, que podemos pôr completamente de lado a hipótese do acaso. Como explicação o acaso está fora de questão.

A propósito, este argumento não é circular. Pode parecer circular porque, depois da ocorrência, podemos dizer que qualquer organização particular de átomos é muito improvável. Como já alguém disse, quando uma bola cai num determinado pedaço de relva no campo de golfo, seria loucura exclamar: “De todos os bilhões de pedaços de relva em que a bola poderia ter caído, caiu efetivamente neste. Quão admiravelmente e miraculosamente improvável!” Claro que a falácia aqui é que a bola tinha de cair nalgum lado. Só podemos ficar admirados com a improbabilidade do acontecimento real se o determinarmos a priori: por exemplo, se uma pessoa de olhos vendados girasse sobre si no tee, acertasse na bola ao acaso e conseguisse um hole in one. Isso seria verdadeiramente espantoso, porque o destino alvo da bola tinha sido estabelecido previamente.

De todas as trilhões de formas diferentes de juntar os átomos de um telescópio, apenas uma minoria poderia na realidade funcionar de forma útil. Apenas uma pequena minoria teria Carl Zeiss gravado ou, na verdade, quaisquer palavras reconhecíveis de qualquer linguagem humana. O mesmo é verdade para as partes de um relógio: de todos os bilhões de modos possíveis de os juntar, apenas uma pequena minoria dirão as horas ou farão qualquer coisa útil. E, claro, o mesmo é verdade, a fortiori, para as partes dos corpos vivos. De todos os trilhões de trilhões de modos de juntar as partes de um corpo, apenas uma minoria infinitesimal viverão, procurarão comida, comerão e se reproduzirão. É verdade que há muitas formas diferentes de estar vivo ― pelo menos dez milhões de formas diferentes, se contarmos o número de espécies diferentes que estão atualmente vivas ― mas, por mais formas que possam existir de estar vivo, de certeza que há muito mais de estar morto!

Podemos com segurança concluir que os corpos vivos são bilhões de vezes demasiado complicados ― demasiado estatisticamente improváveis ― para terem surgido por puro acaso. Como é que surgiram, então? A resposta é que o acaso entra na história, mas não um único e monolítico ato de acaso. Em vez disso, toda uma série de pequenos passos ocasionais, cada um suficientemente pequeno para ser um resultado credível do seu predecessor, ocorreram uns atrás dos outros em seqüência. Estes pequenos passos do acaso são causados por mutações genéticas, mudanças fortuitas ― erros de fato ― no material genético. Originam mudanças na estrutura corporal existente. A maior parte dessas mudanças são perniciosas e levam à morte. Uma minoria revelam-se pequenas melhorias, que conduzem a um aumento da sobrevivência e da reprodução. Por este processo de seleção natural, as mudanças ao acaso que se revelam no fim de contas benéficas espalham-se pela espécie e tornam-se a norma. O cenário está agora montado para a próxima pequena mudança no processo evolutivo. Depois de, digamos, um milhar destas pequenas mudanças em série, cada mudança fornecendo a base para a próxima, o resultado final tornou-se, por um processo de acumulação, demasiado complexo para ter surgido num único ato de acaso.

Por exemplo, é teoricamente possível que um olho se forme do nada, num único passo de acaso: digamos que a partir apenas da pele. É teoricamente possível no sentido em que poderíamos escrever uma receita com a forma de um grande número de mutações. Se todas estas mutações acontecessem simultaneamente, poderia mesmo surgir do nada um olho completo. Mas embora seja teoricamente possível, é na prática inconcebível. A quantidade de acaso que envolve é demasiada. A receita “correta” envolve mudanças num enorme número de genes simultaneamente. A receita correta é uma combinação particular de mudanças em trilhões de combinações de acasos igualmente prováveis. Podemos certamente excluir uma tal miraculosa coincidência. Mas é perfeitamente plausível que o olho moderno se tenha formado a partir de algo que fosse quase igual ao olho moderno mas não exatamente igual: um olho ligeiramente menos elaborado. Pelo mesmo argumento, este olho ligeiramente menos elaborado formou-se a partir de um ainda menos elaborado, etc. Se assumirmos um número suficientemente grande de pequenas diferenças entre cada estádio evolutivo e o seu predecessor, somos capazes de derivar um olho completo, complexo, a funcionar, a partir apenas da pele. Quantos estádios intermédios podemos postular? Isso depende do tempo de que dispusermos. Houve tempo suficiente para os olhos evoluírem por pequenos passos a partir do nada?

Os fósseis dizem-nos que a vida evolui na Terra há mais de 3000 milhões de anos. Para a mente humana é quase impossível apreender uma tal imensidão de tempo. Nós, naturalmente e felizmente, tendemos a ver a nossa própria expectativa de vida como razoavelmente longa, mas não podemos esperar viver nem sequer um século. Passaram 2000 anos desde que Jesus viveu, tempo suficiente para esbater a distinção entre história e mito. Podemos imaginar um milhão de períodos desses colocados lado a lado? Suponhamos que queremos escrever toda a história num longo e único rolo. Se amontoássemos toda a história da Era Comum num metro de rolo, que tamanho teria a parte do rolo da Era pré-Comum até ao começo da evolução? A resposta é que a parte do rolo da Era pré-Comum estender-se-ia de Milão a Moscou. Pensemos nas implicações disto para a quantidade de mudanças evolutivas que podem ser incluídas. Todos as raças de cães domésticos ― pequineses, poodles, spaniels, São Bernardos e chihuahuas ― provieram de lobos num espaço de tempo medido em centenas ou no máximo milhares de anos: não mais que dois metros ao longo da estrada de Milão para Moscou. Pensemos na quantidade de mudança envolvida na passagem de lobo a pequinês; agora multipliquemos essa quantidade de mudança por um milhão. Quando olhamos para isto dessa maneira, torna-se fácil acreditar que um olho pode ter evoluído por pequenos passos a partir do nada.

É preciso ainda convencermo-nos de que cada um dos mediadores na rota da evolução, digamos da mera pele para um olho moderno, teria sido favorecido pela seleção natural; teria sido um progresso em relação ao seu predecessor na seqüência ou pelo menos teria sobrevivido. Não serviria de nada provarmos a nós próprios que existe teoricamente uma cadeia de mediadores quase perceptivelmente diferentes levando a um olho se muitos desses mediadores tivessem morrido. Afirma-se às vezes que as partes de um olho têm de estar todas reunidas ou o olho não funcionará. Metade de um olho, diz o argumento, não é melhor que nenhum olho. Não podemos voar com metade de uma asa; não podemos ouvir com metade de um ouvido. Portanto, não pode ter existido uma série de passos intermédios conduzindo ao olho, asa ou ouvido modernos.

Este tipo de argumento é tão ingênuo que podemos apenas perguntar-nos quais os motivos subconscientes para acreditar nele. É obviamente falso que meio olho seja inútil. As pessoas que sofrem de cataratas a quem removeram cirurgicamente os cristalinos não podem ver muito bem sem óculos, mas ainda assim estão muito melhor do que as pessoas que não têm quaisquer olhos. Sem o cristalino não é possível focar uma imagem detalhada, mas é possível evitar chocar com obstáculos e seria possível detectar a sombra vaga de um predador.

Quanto ao argumento segundo o qual não podemos voar com apenas metade de uma asa, é refutado por um grande número de animais planantes bem sucedidos, incluindo mamíferos de gêneros muito diferentes, lagartos, rãs, cobras e chocos. Muitos gêneros diferentes de animais que vivem nas árvores têm abas de pele entre as suas articulações que são de fato asas fracionadas. Se cairmos de uma árvore, qualquer aba de pele ou alisamento do corpo que aumente a nossa área de superfície pode salvar-nos a vida. E, por muito pequenas ou grandes que as nossas abas possam ser, haverá sempre uma altura crítica tal que, se cairmos de uma árvore dessa altura, a nossa vida poderia ter sido salva por precisamente um pouco mais de área de superfície. Portanto, quando os nossos descendentes desenvolverem essa área de superfície extra, as suas vidas serão salvas precisamente por um pouco mais, mesmo que caiam de árvores de uma altura ligeiramente maior. E assim sucessivamente, por passos imperceptivelmente graduados até que, centenas de gerações depois, chegamos a asas completas.

Os olhos e as asas não podem surgir num passo único. Isso seria como ter a sorte quase infinita de acertar na combinação que abre a caixa-forte de um grande banco. Mas se girarmos os discos da fechadura ao acaso e, de cada vez que nos aproximarmos um pouco mais do número da sorte, a porta da caixa-forte rangendo abrir outra ranhura, em breve teremos a porta aberta! Na essência, é esse o segredo de como a evolução por seleção natural realiza o que pareceu impossível. Coisas que não podem plausivelmente ser derivadas de predecessores muito diferentes podem plausivelmente ser derivados de predecessores apenas ligeiramente diferentes. Contanto que haja uma série suficientemente longa de predecessores ligeiramente diferentes, podemos derivar qualquer coisa de qualquer outra coisa.

Portanto, a evolução é teoricamente capaz de fazer o trabalho que antigamente parecia ser uma prerrogativa de Deus. Mas há alguma prova de que a evolução tenha de fato acontecido? A resposta é sim; a prova é esmagadora. Milhões de fósseis encontram-se exatamente nos lugares e exatamente à profundidade a que devemos esperar que estejam se a evolução aconteceu. Nem um único fóssil foi alguma vez encontrado num local em que a teoria da evolução não previsse que estivesse, embora isto pudesse ter acontecido com muita facilidade: um fóssil de um mamífero tão antigo que os peixes ainda não existissem, por exemplo, seria suficiente para refutar a teoria da evolução.

Os padrões de distribuição dos animais e das plantas pelos continentes e ilhas do mundo são exatamente os que seria de esperar que fossem se eles tivessem evoluído de antepassados comuns por graus lentos e graduais. Os padrões de semelhança entre animais e plantas são exatamente o que esperaríamos se alguns fossem entre si primos chegados, e outros mais distantes. O fato do código genético ser o mesmo em todas as criaturas vivas sugere esmagadoramente que todas descendem de um único antepassado. As provas a favor da evolução são tão conclusivas que a única forma de salvar a teoria da criação é assumir que Deus deliberadamente colocou enormes quantidades de provas para fazer com que parecesse que a evolução ocorreu. Por outras palavras, os fósseis, a distribuição geográfica dos animais e tudo isso, são todos um gigantesco conto do vigário. Alguém quer adorar um Deus capaz de tal embuste? É certamente muito mais respeitoso, assim como mais sensato do ponto de vista científico, tomar as provas pelo seu valor facial. Todas as criaturas vivas são primas umas das outras, descendem de um antepassado remoto que viveu há mais do que 3000 milhões de anos.

Por conseguinte, o Argumento do Desígnio foi destruído como razão para acreditar em Deus. Existem outros argumentos? Algumas pessoas acreditam em Deus por causa do que sentem ser uma revelação interior. Tais revelações nem sempre são edificantes mas para a pessoa em questão são sem dúvida sentidas como reais. Muitos habitantes de hospícios têm uma fé inabalável em que são Napoleão ou, na verdade, o próprio Deus. Não há dúvida do poder de tais convicções para quem acredita nelas, mas isto não é razão para que o resto de nós acredite. Na verdade, uma vez que essas crenças são mutuamente contraditórias, não podemos acreditar nelas.

É preciso dizer um pouco mais. A evolução por seleção natural explica muitas coisas, mas não poderia ter começado do nada. Não poderia ter começado sem que houvesse algum gênero de reprodução e de hereditariedade. A hereditariedade moderna baseia-se no código de DNA, que é ele mesmo demasiado complicado para ter surgido espontaneamente por um único ato de acaso. Isto parece significar que teve de existir algum sistema hereditário anterior, agora desaparecido, que era suficientemente simples para ter surgido por acaso e pelas leis da química e que forneceu o meio no qual uma forma primitiva de seleção natural cumulativa pôde começar. O DNA foi um produto posterior desta seleção primitiva e cumulativa. Antes deste gênero original de seleção natural, houve um período em que foram construídos compostos químicos complexos a partir de compostos químicos mais simples e antes desse um período em que os elementos químicos foram feitos a partir de elementos mais simples, seguindo leis físicas bem compreendidas. Antes disso, em última instância foi tudo construído de hidrogênio puro no imediato seguimento do big bang que iniciou o universo.

Há a tentação de defender que, embora Deus possa não ser necessário para explicar a evolução da ordem complexa uma vez que o universo, com as suas leis fundamentais da física, tenha começado, precisamos de um Deus para explicar a origem de todas as coisas. Esta idéia não deixa Deus com muito que fazer: somente iniciar o big bang, e em seguida sentar-se e esperar que tudo aconteça. O físico-químico Peter Atkins, no seu livro maravilhosamente escrito The Creation, postula um Deus preguiçoso que se esforçou por fazer tão pouco quanto possível para iniciar tudo. Atkins explica como cada passo na história do universo seguiu, por simples lei física, o seu predecessor. Reduziu assim a quantidade de trabalho que o criador preguiçoso precisaria de fazer e no fim de contas concluiu que de fato não precisaria de fazer nada!

Os detalhes da fase inicial do universo pertencem ao reino da física e eu sou biólogo, mais interessado nas últimas fases da evolução em complexidade. Para mim, o ponto importante é que, mesmo se o físico precisa de postular um mínimo irredutível que teve de estar presente no começo, para que o universo começasse, esse mínimo irredutível é certamente extremamente simples. Por definição, as explicações construídas sobre premissas simples são mais plausíveis e mais satisfatórias do que as explicações que têm de postular começos complexos e estatisticamente improváveis. E dificilmente poderemos encontrar algo mais complexo do que um Deus Todo-Poderoso!

Anúncios

30 Respostas

  1. Acho que citar nome de raças como arabes e judes,pois voces nao estao se colocando contra religoes mas contra um povo inteiro contra sua raça

  2. E onde foi que Dawkins disse que Árabes e Judeus formam “raças” ?

  3. Amigo andre por gentileza le denovo o artido de dawkins que eu respeito muito.Esse eswcritor maravilhoso me deixou enxergar muita coisa que eu nao cosegia ver antes..Acho que dawkins nao deveria citar nome de povo arabe ou judaico,ai ele esta se colocando contra um povo e nao contra religao.Eu nao sou religoso,nao,mas sou arabe e tenho argulho da minha naçao.

  4. Meu amigo, acho que vc não sabe o que significa a palavra “raça”.

    1) Fanáticos muçulmanos realmente saem se matando por aí (e de quebra levam um monte junto com eles).

    2) Judeus ortodoxos (onde que judaísmo é um povo e deixou de ser religião simplesmente?) realmente tem estes comportamentos e os não-ortodoxos estão saindo na porrada com os palestinos.

    Engraçado que vc não se doeu pelos irlandeses fanáticos (pq são cristãos?). Não que isso os faça melhores que os demais.

    Que tal o Bible Belt? E as “limpezas étnicas”?

    Se tem gente que não gosta de uma etnia (e não raça) diferente da sua, são os próprios religiosos.

    “Amai-vos uns aos outros”

    Acho que temos que que parar de ver nosso lado como bonzinho e os outros como malvadinhos. Maçãs podres existem em todos as macieiras.

  5. Eu nao estou descutindo religao com voce,alias nao sou religoso e nao vou defender os religoes,com tudo respeito paraece que voce nao entendeu nada.Eu ate concordo com voce que os religoes sao culpados por muitos conflitos.mas parece que voce tem muita raiva contra os religoes,esse assunto voce precisa de discutir com eles nao comigo.Calma cara,calma nao fica jogando palvras e disscusoes sem saber o objetivo.voce paraece religoso ou um robo que so aprendeu algumas palavras e quer joga los para qualquer lado so para mostrar que ele inteligente.A inteligencia conquistada com razao e raciocno nao com teimosia.

  6. Eu nao estou descutindo religao com voce

    Então, vc está perdendo seu tempo, pois é disso que o artigo versa: sobre o mal das religiões.

    alias nao sou religoso e nao vou defender os religoes,com tudo respeito paraece que voce nao entendeu nada.

    Vc começa falando um monte de abobrinhas que nada tem a ver com o artigo e EU é que não entendi?

    Eu ate concordo com voce que os religoes sao culpados por muitos conflitos.mas parece que voce tem muita raiva contra os religoes,

    Blá Blá Blá

    esse assunto voce precisa de discutir com eles nao comigo.

    não me lembro de ter implorado pra vc vir aqui. Quer discutir sobre outra coisa? Procure outro blog, então.

    Calma cara,calma nao fica jogando palvras e disscusoes sem saber o objetivo.voce paraece religoso ou um robo que so aprendeu algumas palavras e quer joga los para qualquer lado so para mostrar que ele inteligente.

    Olhando suas postagens, não é bem em mim que a carapuça serve.

    A inteligencia conquistada com razao e raciocno nao com teimosia.

    Vc está sendo teimoso.

  7. Eu concordo com voce meu amigo que o aritgo fala sobre as religoes,nesse ponto quero bater palmas para voce,mas nossa discussao desde inicio nao era sobre religao.Voce precisa de ler a primeira menssagem que eu mandei nao tinha nada ver com religoes.A respeito de procurar outro blog,nao sei oque dizer,pois as pessoas que tem um nivel educacional alto nunca falariam isso um para outro.Voce me surprendeu,voce precisa de ser mais paciente.Pode ser que eu esteja certo ou errado,mas a respeito entre as pessoas deve sempre falar mais alto.Voce sabe andre porque as religosos conseguiram dominar muito espaço ultimamente,porque eles tem muita paciencia,peço para voce ter esta virtude.Obrigado pela SUA PRPOSTA,MAS NAO VOU ACEITA LA

  8. Ahmad, vou resumir tudo numa palavra: Dane-se!

    Os religiosos dominaram o mundo pela força, lindão, e não pela paciência. Cristãos nunca foram pacientes com quem pensava diferente, mesmo sendo cristãos também (veja a guerra Católicos x Protestantes que dura até hoje). Islâmicos não têm paciência com quem não reza pro deusinho tribal e ridículo deles. Judeus não têm paciência com Palestinos. Hindus não têm paciência com muçulmanos.

    A única “religião” (na verdade não é uma religião, mas usarei este termo mesmo assim) que detém uma história de magnânima paciência é o Budismo. Eles dominam o que, meu filho?

    Portanto, pare de falar merda.

  9. Andre
    voce nao tem vergonha de escrever essas palavras.acho que esta pagina nao e para pessoas mal educados como voce.

  10. Não me lembro de ter implorado sua presença aqui. Se não gostou, ALT+F4 resolve o seu problema.

  11. Andre
    Qual sua ideologia?

  12. Sobre?

  13. […] Jan 15, 5:25 PM — A improbabilidade de Deus […]

  14. Acho que a liberdade religiosa, contida na nossa Constituição, serve apenas para que vagabundos fundem suas igrejinhas, enganem pobres e negociem os votos das ovelhinhas em período eleitoral. Alô Polícia Federal está passando da hora de se investigar seriamente esse pilantrão chamado “Bispo” Edir Macedo. Há relatos de tráfico de drogas na Europa, patrocinado pela IURD.

  15. […] Jan 16, 10:44 AM — A improbabilidade de Deus […]

  16. […] Jan 16, 7:33 PM — A improbabilidade de Deus […]

  17. Nossa física atual, chegou ao seu limite. Temos hoje duas correntes básicas de pensamento. A fisica quantica e a relativista!(eu sou relativista).Tudo que sabemos nos leva até o Big Bang, mas não antes, pois sendo o Big Bang o criador do tempo e espaço, perguntar o que vem antes já é uma impossibilidade física atual!Não temos tambem ainda, a menor idéia se a teoria das supercordas, será algo comprovado cientificamente,(teoria que creio).Esta teoria permitirá que avancemos muito no entendimento do universo!Vivemos atualmente uma incerteza física muito grande , diria até que estamos encurralados, estagnados! A teoria quântica é uma balela quase tão grande quanto o novo testamento, eu disse quase! Se houver interesse deste blog, por alguem,poderia mostrar melhor minhas idéias sobre algumas curiosidades do “velho testamento”.Sempre tendo em mente a comparação com a ciência, que ao contrario do que dizem por aí, não é o senhor da razão! Somente, como papel de advogado do diabo, gostaria de colocar o seguinte: Se o universo se fez sozinho, por que um criador não poderia tê-lo se feito sozinho tambem? Esqueçamos esta estoria de cristianismo, islamismo, budismo etc…, eu disse somente um criador.Disseram neste blog que se Deus, tivesse criado o universo lá no começo e de lá pra cá ele estava evoluindo, ele seria um deus preguiçoso etc…. A mim parece que ele seria muito inteligente isto sim.E porque?Porque o universo teria se criado sem ninguem ou nada tambem?Se estivessemos falando de um deus, e ,perguntar tudo e exigir respostas AGORA,IMEDIATAMENTE, deveriamos tambem ter a mesma impaciência para com a ciência. Porque o universo se criou?De onde saiu a matéria ou anti-materia prima para toda esta criação?Porque a estabilidade se tornou instavelmente criadora?O que é exatamente o tempo?Como e quando ele foi criado?E antes(não seria nem mesmo possível fazer esta pergunta temporal, mas vamos lá), o que existia, temporalmente falando?Se não desejar ir tão longe, como e porque todos os dinossauros, todos, os que voavam, os que nadavam,os que andavam sobre 4 patas, os que andavam sobre 2 patas, os enormes , os pequenos, os muito pequenos, porque simplesmente todos sumiram?Observe que eles eram os seres mais evoluidos do planeta, e dominavam todos os cantos do planeta. Tinham até sangue quente, para se protegerem do frio, e cerebros já bem evoluidos?Alguem se habilita para responder-me com uma teoria definitiva? Interessante notar que outros animais bem mais primitivos, e portanto cientificamente menos habilitados a sobrevivência, o conseguiram. Ex: Tubaroes,tartarugas, lagartos ,jacarés ( que curiosamente tambem eram repteis).

  18. Qual é o problema desse pessoal? Será que ninguém estuda?

    Nossa física atual, chegou ao seu limite.

    Lord Kelvin disse a mesma coisa. “A Física chegou ao seu limite e não há mais nada para saber…”

    Temos hoje duas correntes básicas de pensamento. A fisica quantica e a relativista!(eu sou relativista).

    Vc pode até torcer pro flamengo, filhote. Agora, vai estudar pra não falar besteira. A relatividade não é díspar da mecânica quântica. Sugioro que vc leia “A Dança do Universo” do Marcelo Gleiser.

    teoria quântica é uma balela quase tão grande quanto o novo testamento, eu disse quase! Se houver interesse deste blog, por alguem,poderia mostrar melhor minhas idéias sobre algumas curiosidades do “velho testamento”.

    Vc não vai falar nada que eu não saiba, logo sua ofrta é descartada.

    Se o universo se fez sozinho, por que um criador não poderia tê-lo se feito sozinho tambem?

    Poder, pode. Agora, resta vc dizer de onde veio esse criador. hehehehe

    Típico apelo à ignorância: “não sei o que criou o Universo, então foi deus”.

    A mim parece que ele seria muito inteligente isto sim.E porque?Porque o universo teria se criado sem ninguem ou nada tambem?

    É tão inteligente que fez este monte de merda que vemos por aí, com cataclismas ocorrendo pra lá e pra cá.

    Se estivessemos falando de um deus, e ,perguntar tudo e exigir respostas AGORA,IMEDIATAMENTE, deveriamos tambem ter a mesma impaciência para com a ciência.

    É por isso que existem cientistas. Pessoas que não possuem paciência para aceitar coisas do tipo: Não sei o que criou, logo foi deus. Sua argumentação é ridiculamente estúpida.

    Se não desejar ir tão longe, como e porque todos os dinossauros, todos, os que voavam, os que nadavam,os que andavam sobre 4 patas, os que andavam sobre 2 patas, os enormes , os pequenos, os muito pequenos, porque simplesmente todos sumiram?

    Eitcha, ignorância. Vá procurar no Google sobre Yucatán, vai. A propósito, nem todos os dinossauros foram extintos. Alguns deles evoluíram até se tornar o que hoje chamamos de “aves”. Tá faltando sétimo ano (antes chamada de sexta série) aí , filhote.

    Observe que eles eram os seres mais evoluidos do planeta, e dominavam todos os cantos do planeta. Tinham até sangue quente, para se protegerem do frio, e cerebros já bem evoluidos?Alguem se habilita para responder-me com uma teoria definitiva?

    Que tal um meteoro grande pra cacete? Maiores informações no Google mais perto de vc.

  19. Não sei pq vc não respondeu. Estava precisando dos seus argumentos. De qualquer forma, estou aguardando. Abraço!

  20. Meu filho, pra princípio de conversa, Adauto Lourenço é um farsante. Dizer que trabalhou em Oak Ridge, que fez parte da NASA ou até que inventou um reator de fusão é mole. Provar é que são elas.

    Quero ver ele provar como dióxido de silício se transforma em compostos base-carbono.

    lamento, não aceitamos pseudocientistas aqui. Nada se tem a refutar pq ele e as opiniões retardadas dele são irrelevantes. Mostre uma tese dele reconhecida por uma universidade ou entidade de pesquisa séria.

    Fundação templeton está muito longe disso.

  21. Na verdade, esperava que vc refutasse os argumentos dele, não a pessoa. Não faço parte dos que defendem o criacionismo de forma litreral ( segundo Gênesis). Se puder fazer isso agradeço.

  22. Qualquer livro de ensino médio refuta aquelas bobagens.

  23. eh, qualquer livro de ens. fundamental tb refuta muitas bobagens ditas aqui, e vc responde! Estou esperando!

  24. Se refutasse, estariam centenas de refutações aqui. Vai dar ordem na sua casa, mané.

  25. E então André, apesar de você só ofender e nenhuma de minhas respostas terem sido respondidas cietificamente, racionalmente, ainda estou disposto em público, aqui, ou em meu email, a debater com você, mas sem o seu xiitismo ateu, quando na verdade deveria ser racional, não achas?

    Não deves pensar que todos são como você, alçguns tem cérebro e não tem medo de colocá-lo à prova, eu sou um destes, hehe, vamos aos debates sem ofensas, pois ofender é minha segunda predileção, tú é que sabes.

    Prefiro entretanto, lembre-se, é minha primeira predileção, o raciocinio!

    Faça-me perguntas e farei o mesmo, assim veremos o que sabemos e todos podem usufruir!

    Enquanto fica a acreditar em cometinhas, ou cometões, hehe, que arrebentaram o planeta, e blá blá blá, não me respondeu por que este cometa seletivamente eliminou todos os dinossauros de sangue quente, frio, bípedes, quadrúpides, “inteligentes” e os burros, e observe, que estes animais eram o máximo em evolução! Alem do que, eram grandes, médios, pequenos e gigantescos! Viviam no mar, na terra e no ar, e nenhum deles sobreviveu, nenhum! E quanto a esta babaquice de aves serem descendentes de dinossauros, de fato o eram, mas e daí, os tubarões, formigas, baratas, jacarés crocodilos, tartarugas são répteis (primitvos, com eceção dos crocodilos) e estão aqui ainda! assim como os tubarões e tartarugas, hehe, MAS E OS DINOSSAUROS? O cometa estava de sacanagem e eliminaram só eles?

    Responda-me, se for capaz, sei que não será, cientificamente, racionalmente pois, e em caráter definitivo!

    Sem blá blá blás, e aí podemos começar a conversar de nôvo!

  26. E então André, apesar de você só ofender e nenhuma de minhas respostas terem sido respondidas cietificamente, racionalmente, ainda estou disposto em público, aqui, ou em meu email, a debater com você, mas sem o seu xiitismo ateu, quando na verdade deveria ser racional, não achas?

    Eu nem sou ateu. E, ademais, suas perguntas são tão tolas e previsíveis que não sei se perderei meu tempo respondendo, mas vou conceder a graça de lhe dar um pouco da minha atenção.

    Não deves pensar que todos são como você, alçguns tem cérebro e não tem medo de colocá-lo à prova, eu sou um destes, hehe, vamos aos debates sem ofensas, pois ofender é minha segunda predileção, tú é que sabes.

    Bravatas travestidas de intelectualidade. Intelectuais não ficam de blábláblá, são objetivos como eu.

    Faça-me perguntas e farei o mesmo, assim veremos o que sabemos e todos podem usufruir!

    Que ótimo. Primeira pergunta: Como vc tem certeza que o seu deus é mais real que os milhões de deuses idealizados pelas civilizações ao longo dos milhares de anos. provas concretas, por gentileza. Se é ra dizer “fé”, prefira ficar calado, pois fé é apenas uma opinião pessoal, como preferir comer jiló ao invés de beterraba.

    Enquanto fica a acreditar em cometinhas, ou cometões, hehe, que arrebentaram o planeta, e blá blá blá, não me respondeu por que este cometa seletivamente eliminou todos os dinossauros de sangue quente, frio, bípedes, quadrúpides, “inteligentes” e os burros, e observe, que estes animais eram o máximo em evolução!

    Como identificar um estúpido:

    1) Não foi um cometa e sim um meteoro. Se não sabe a diferença, poupe-nos de sua insanidade.

    2) Dinossauros eram o topo da evolução? Quem afirmou isso? Publicação indexada, por gentileza.

    3) Não sei se vc sabe, mas objetos inanimados não possuem vontade própria. Assim, o METEORO não selecionou ninguém. ele caiu, houve uma devastação, quem precisava de menor quantidade de alimentos para sobreviver se safou. Simples.

    Alem do que, eram grandes, médios, pequenos e gigantescos! Viviam no mar, na terra e no ar, e nenhum deles sobreviveu, nenhum!

    Sobreviveram sim. Tubarões e crocodilianos sobreviveram muito bem. Os dinossauros de pequeno porte continuaram vivendo tranquilamente. vai procurar um museu, vai.

    E quanto a esta babaquice de aves serem descendentes de dinossauros, de fato o eram, mas e daí, os tubarões, formigas, baratas, jacarés crocodilos, tartarugas são répteis

    Tubarões, formigas e baratas são… RÉPTEIS? hahahahahahahahahahahah BURRO BAGARAI!

    (primitvos, com eceção dos crocodilos)

    Crente tem sempre que dar sua assinatura analfabeta…

    e estão aqui ainda!

    Sério? Evidentemente, ainda temos tubarões (que são peixes), mas não significa que são os MESMOS tubarões. Eu falei pra vc ir a um museu, mas vc preferiu passar vergonha…

    assim como os tubarões e tartarugas, hehe, MAS E OS DINOSSAUROS? O cometa estava de sacanagem e eliminaram só eles?

    Te contar um segredinho: nessa época as tartarugas nem casco possíam. mas, claro, é informação demais para a sua cabecinha

    Responda-me, se for capaz, sei que não será, cientificamente, racionalmente pois, e em caráter definitivo!

    Mais informações:

    http://ceticismo.net/2008/10/22/a-ancestralidade-dospassaros-revelada/
    http://ceticismo.net/2009/09/26/descoberto-o-mais-antigo-fossil-intermediario-entre-dinossauros-e-aves/
    http://ceticismo.net/2009/11/11/pesquisa-afirma-que-dinossauros-tinham-sangue-quente/
    http://ceticismo.net/ciencia-tecnologia/design-da-evolucao/
    http://ceticismo.net/ciencia-tecnologia/determinando-a-idade-dos-fosseis/
    http://ceticismo.net/ciencia-tecnologia/especies-em-anel/
    http://ceticismo.net/2009/10/22/novos-estudos-desvendam-os-segredos-do-archaeopteryx/
    http://ceticismo.net/2008/11/28/descoberto-ancestrais-das-tartarugas/
    http://ceticismo.net/2009/01/12/iguana-rosa-pode-alterar-historia-da-evolucao-em-galapagos/
    http://ceticismo.net/2007/02/25/pato-quadrupede-demonstra-evolucao-da-especie/
    http://ceticismo.net/2009/05/20/dragao-de-komodo-e-mais-venenoso-do-que-se-pensava/
    http://ceticismo.net/ciencia-tecnologia/evolucao-vs-criacionismo/
    http://ceticismo.net/comportamento/tipicos-erros-criacionistas/
    http://ceticismo.net/2007/03/29/no-rastro-de-um-antigo-matador/
    http://ceticismo.net/2009/11/18/extincoes-em-massa-vs-genetica/
    http://ceticismo.net/2009/07/10/dinossauro-chines-compatibiliza-dados-sobre-evolucao-desse-grupo/
    http://ceticismo.net/2007/02/23/alguns-mitos-sobre-os-dinossauros/
    http://ceticismo.net/2008/12/03/peixe-pode-ser-chave-para-evolucao-das-especies/
    http://ceticismo.net/2006/12/12/estudo-acha-elo-genetico-entre-asa-de-morcego-e-pe-de-pato/
    http://ceticismo.net/2007/01/23/dino-planava-como-biplano-afirma-estudo/

    Leia TUDO ISSO e depois vamos conversar. Mas eu APOSTO que você não vai ler. E mesmo que lesse não teria capacidade cognitiva para entender, pois em nenhum desses textos vem escrito “Glória Aleluia”. Mas, obviamente, a princesa vai alegar que eu não respondi. Coisa normal.

  27. ANDRÉ:

    Eu nem sou ateu. E, ademais, suas perguntas são tão tolas e previsíveis que não sei se perderei meu tempo respondendo, mas vou conceder a graça de lhe dar um pouco da minha atenção.

    RONALDO RESPONDE:

    NÃO INTERESSA SE ELAS (MINHAS PERGUNTAS SÃO TOLAS E IMPREVISÍVEIS) TRATA-SE APENAS DE SUA OPINIÃO AFINAL, ACHISMOS BARATOS PELO QUE VEMOS ATÉ AGORA, GOSTA DE POSTAGENS REFERENCIAIS, PROVAS, E BIBLIOGRAFIAS, MAS DETESTAS DÁ-LAS NÃO É MESMO? MAS COMO SOU SENHOR DE MINHA RAZÃO, RACIONAL, E NUNCA FUJO DE DEBATES, A NÃO SER QUE CONTINUE COM OFENSAS IDIOTAS E DISSUASÓRIAS, FUMAÇA DE FUGA, EU VOU DESTRUÍ-LO, E POR QUE NÃO COMEÇARMOS AGORA MESMO?

    ANDRÉ:

    Que ótimo. Primeira pergunta: Como vc tem certeza que o seu deus é mais real que os milhões de deuses idealizados pelas civilizações ao longo dos milhares de anos. provas concretas, por gentileza. Se é ra dizer “fé”, prefira ficar calado, pois fé é apenas uma opinião pessoal, como preferir comer jiló ao invés de beterraba.

    RONALDO RESPONDE:

    MINHA CERTEZA ADVÉM DO SIMPLES E SINGELO FATO, TAL COMO NA FÍSICA, HEHE, DE QUE MEU DEUS ACERTA TODAS AS SUAS PREVISÕES, TODAS AS SUAS PROFECIAS, FALA COISAS QUE DEPOIS SE DEMONSTRAM PERFEITAMENTE CORRETAS APESAR DE, A CIÊNCIA ANTES DIZER QUE ERAM ERRADAS E DEPOIS CONCORDAREM COM A TORAH, ASSIM COMO, RIAM DE UM UNIVERSO CRIADO À PARTIR DO NADA (VIOLAÇÃO DA CONSERVAÇÃO DE ENERGIA, HEHEE) HOJE, ESTA IDÉIA, ANTES RIDÍCULA E RISÍVEL, AGORA É CIENTÍFCA E RACIONAL, HEHE! A TORAH JÁ SABIA DISTO, ESTÁ EM GENESIS, BERESHIT! MEU É DEUS É DIFERENTE, AINDA PELO FATO DE QUE, ELE É INVISÍVEL, NÃO HABITA NO TEMPO E ESPAÇO CRIADO POR ELE (TEORIA DA RELATIVIDADE), NÃO POSSUIR EVIDENTEMENTE IMAGEM, NEM UM CORPO HUMANO JAMAIS! NÃO FOI PARIDO POR UMA VAGINA HUMANA, HEHE, NÃO COME, NÃO EVACUA, NÃO DORME, NÃO MIJA! VAMOS AOS FATOS? NA TORAH (VOCÊ SABE O QUE É ISSO NÃO É, RSRSRS, (POSSO TE ENSINAR SE DESEJAR) ELE NOS DIZ, CENTENAS DE ANOS ANTES DE GALILEU E TURMA, ANTES E DEPOIS DELE, QUE A TERRA ERA REDONDA E FLUTUAVA SOBRE O NADA!! NÃO É CURIOSO? ELE DIZIA QUE O POVO JUDEU ERA ETERNO, SERIA RECONHECIDO COMO POVO SÁBIO E INTELIGENTE, INDESTRUTÍVEL, ETERNO (OS CRISTÃOS INQUISIDORES, OS NAZISTAS E SEU REICH DE 1000 ANOS, QUE NÃO DUROU 12, OS GREGOS, ROMANOS, OS ESPANHOIS, PORTUGUESES, SOVIÉTICOS E OUTROS SABEM BEM DESTA VERDADE, HEHEHE), E DIFERENTE DAS OUTRAS NAÇÕES, ALGUÉM AQUI TEM CAPACIDADE PARA DISCORDAR DE TAL? HEHEHE! E OBSERVE QUE OS JUDEUS, SÓ PARA SEU CONHECIMENTO LIMITADO (AINDA, MAS O MODIFICAREI, HEHE) SOMOS MENOS DE 0,25 DA HUMANIDADE, PORÉM, MAIS DE 25% DOS PRÊMIOS NOBEL! HEHE! ISRAEL É TERCEIRA MAIOR POTÊNCIA BÉLICA, E NAÇÃO DE PRIMEIRA NO QUE TANGE A CIÊNCIA E TECNOLOGIA! E MAIS, TODA A CIÊNCIA ATUAL, FÍSICA QUÂNTICA, RELATIVIDADE E MESMO A FUTURÍSTICA TEORIA DA SUPERCORDAS, SÃO FRUTOS DE JUDEUS NA ESSÊNCIA E EM SEU DESENVOLVIMENTO! GOSTARIA DE MAIS MOTIVOS, PELOS QUAIS O MEU DEUS É DIFERENTE DE TODOS OS OUTROS, EU TENHO MAIS DEZENAS, QUIÇA CENTENAS DE MOTIVOS RACIONAIS COMO ESTES SE O DESEJAR! HEHE! SIM, COMO SUPONHO, QUE ÉS UM ACHISTA DE PRIMEIRA ORDEM, POSSO SE DESEJAR E SE COMPORTAR, MOSTRAR-LHE AS PASSAGENS A QUE ME REFIRO ACIMA NA TORAH E ATÉ MAIS, É SÓ PEDIR, RSRS! MAS UMA COISA IGNORANTE, NO JUDAISMO NÃO TEMOS FÉ! A TORAH É RACIONAL! A PRÓPRIA PALAVRA TORAH, QUER DIZER APRENDIZADO, MAS AÍ JÁ É OUTRA HISTÓRIA E CERTAMENTE NÃO É PARA SEU BICO ACHISTA! HEHE!

    ANDRÉ:

    Como identificar um estúpido: II , hehe!

    1) Não foi um cometa e sim um meteoro. Se não sabe a diferença, poupe-nos de sua insanidade.

    RONALDO RESPONDE:

    BEM, NÃO SERIA NECESSARIAMENTE UMA INSANIDADE, MAS ANTES, SE FÔSSE O CASO, UMA FALTA DE CULTURA, SEU IDIOTA! CLARO QUE SEI A DIFERENÇA ENTRE COMETAS E METEOROS, MAIS ATÉ QUE VOCÊ, MAS FALEI POR IRONIA, OU NÃO ENTENDEU? CLARO QUE NÃO, VOCÊ É BRONCO, SEM “SINTONIA FINA”, NÃO TEM CÉREBRO SUFICIENTE PARA SUTILEZAS!

    QUANTO AO TERMO METEORO, APRENDA QUE O NOME METEORO, QUE DAMOS ÁS ESTRELAS “CADENTES”, NA VERDADE TEM UM SIGNIFICADO MUITO MIAS ABRANGENTE. PODEMOS CHAMAR DE METEORO TODO O FENÔMENO LUMINOSO QUE OCORRE NA ATMOSFERA, COMO TROVÕES ETC…, TUDO PODE SER CHAMADO DE METEORO TAMBÉM! OBSERVE COISINHA IGNÓBIL, QUE NÃO CHAMAMOS DE METEREOLOGIA A CIÊNCIA QUE ESTUDA AS “ESTRELAS CADENTES”, NÃO É MESMO?

    ANDRÉ:

    2) Dinossauros eram o topo da evolução? Quem afirmou isso? Publicação indexada, por gentileza.

    RONALDO RESPONDE:

    EU E TODOS OS CIENTISTAS IGNORANTÃO AFIRMAMOS, HEHE! E VEJAMOS POR QUÊ?

    ELES DE FATO ERAM O TOPO DA EVOLUÇÃO NA ÉPOCA DELES, POIS ERAM, BIPEDES, TINHAM POLEGAR OPOSITOR AOS OUTROS DEDOS ( O QUE OS PERMITIA MANIPULAR FERRAMENTAS POR EXEMPLO), TINHAM CÉREBRO DE TAMANHO RAZOAVEL, SIMILAR AO DE UM GATO, (OS VELOCIRAPTORES) CAÇAVAM EM BANDOS (SINAIS DE ORGANIZAÇÃO), CUIDAVAM E PROTEGIAM DA PROLE, TINHAM SANGUE QUENTE (O QUE PERMITIA ARQUIVAMENTO NEURONAL DA MEMÓRIA RECENTE E PASSADA) E SOBRETUDO VISÃO ESTEREOSCÓPICA, O QUE OS PERMITIA CALCULAR DISTÂNCIAS, TANTO PARA A CAÇA, COMO PARA A FUGA, COM PERFEIÇÃO BEM ACIMA DA MÉDIA DE OUTRAS SOLUÇÕES GEOMÉTRICAS PARA O POSICIONAMENTO DOS OLHOS! COMO PODE OBSERVAR, MINHAS EXPOSIÇÕES SÃO CLARAS, RACIONAIS E BASTA QUE INFIRA (COISA DIFÍCIL PARA ALGUNS COMO VOCÊ!) E NÃO PRECISAMOS DE PUBLICAÇÕES INDEXADAS, SE AS DESEJA, VÁ ESTUDAR MALANDRO, POIS NÃO ESTOU AQUI PARA DAR PAPINHA NA BOCA A VAGABUNDO!

    ANDRÉ:

    3) Não sei se vc sabe, mas objetos inanimados não possuem vontade própria. Assim, o METEORO não selecionou ninguém. ele caiu, houve uma devastação, quem precisava de menor quantidade de alimentos para sobreviver se safou. Simples.

    RONALDO RESPONDE:

    NÃO EU NÃO SABIA QUE OBJETOS INANIMADOS NÃO TINHAM VONTADE PRÓPRIA, ACHO MESMO QUE NINGUÉM COM EXCEÇÃO DE VOCÊ EM TODO O UNIVERSO, QUIÇA EM OUTROS UNIVERSOS, SABERIA, HEHE! MAS SE SUA TEORIAZINHA DE QUE, ANIMAIS PEQUENOS SOBREVIVERAM POIS COMIAM MENOS, HEHE, E SABEMOS QUE A MAIORIA DOS DINOSSAUROS ERAM PEQUENOS (MILHARES DELES), POR QUE AO MENOS UM
    COMPSOGANTOZINHO SOBREVIVEU PARA CONTAR A HISTÓRIA, JÁ QUE TARTARUGAS, LAGARTOS, E BLÁ BLÁ BLÁ SOBREVIVERAM? NÃO ME PARECE TÃO SIMPLES AGORA, NÃO É?

    ANDRÉ:

    Sobreviveram sim. Tubarões e crocodilianos sobreviveram muito bem. Os dinossauros de pequeno porte continuaram vivendo tranquilamente. vai procurar um museu, vai.

    RONALDO RESPONDE:

    EM QUAL MUSEU EU DEVERIA PROCURAR, ALIÁS, HEHEHE, PELO SIMPLES MOTIVO DE TER QUE PROCURAR NUM MUSEU, HEHEHE, NÃO SIGNIFICARIA QUE ELES ESTÃO EXTINTOS? RSRSRSRS! ADEMAIS, A PERGUNTA, COISA DE DIFÍCIL ENTENDIMENTO, É EXATAMENTE A SUA REPOSTA, POR QUÊ OS TUBARÕES AINDA EXISTEM EM SUA FORMA PRIMITIVA, ASSIM COMO OS CROCODILOS, TARTARUGAS, LAGARTOS, E OS MILHARES DE DINOSSAUROS NÃO? MESMO AS CENTENAS DE PEQUENOS DINOSSAUROS. E NÃO ME VENHA QUE AS AVES SÃO DINOSSAUROS EVOLUIDOS, PORQUE ATÉ MESMO NÓS, MAMÍFEROS, O SOMOS TAMBÉM (EVOLUIDOS DOS DINOSSAUROS), MAS E DAÍ? NÃO É ESTA MINHA PERGUNTA COISINHA IGNÓBIL? ONDE ESTÃO EXEMPLARES DE DINOSSAUROS, E SE NÃO ESTÃO AQUI POR QUÊ?

    ANDRÉ:

    E quanto a esta babaquice de aves serem descendentes de dinossauros, de fato o eram, mas e daí, os tubarões, formigas, baratas, jacarés crocodilos, tartarugas são répteis

    Tubarões, formigas e baratas são… RÉPTEIS? hahahahahahahahahahahah BURRO BAGARAI!

    RONALDO RESPONDE:

    EU NÃO SABIA QUE FORMIGAS E TUBARÕES NÃO ERAM DINOSSAUROS, JURA? TEM CERTEZA? HEHE!, OBRIGADO POR ME ENSINAR, A NOS ENSINAR, HEHE!

    MAS VEJAMOS A REALIDADE! É DIFICIL CONVERSAR COM IDIOTAS, TEM-SE QUE EXPLICAR TODOS OS DETALHES DOS DETALHES, HEHE, É ENFADONHO E IDOTIZANTE, MAS VAMOS LÁ!

    EU DISSE ASSIM:

    ” mas e daí, os tubarões, formigas, baratas, jacarés crocodilos, tartarugas são répteis (primitvos, com eceção dos crocodilos) e estão aqui ainda! assim como os tubarões e tartarugas.”

    QUALQUER IDIOTA MINIMAMENTE INTELIGENTE, SABEDOR DO QUE FALA, PODERÁ VER EM MEUS TEXTOS ORIGINAIS, E NÃO OS MANIPULADOS POR ESTE TAL DE ANDRÉ, OBSERVEM ACIMA, QUE ME REFERIA ÀS TARTARUGAS, CROCODILOS E JACARÉS COMO RÉPTEIS! OU ALGUÉM REALMENTE PENSA QUE FORMIGAS SÃO RÉPTEIS? CARA, IMAGINE QUE FALAS COM PESSOAS MINIMAMENTE INTELIGENTE TÁ, E NOS POUPE DE SUAS IDIOTICES SEM GRAÇA, QUER CORRIGIR, VENHA CORRIGIR NO PLANO INTELECTUAL!

    ANDRÉ:

    (primitvos, com eceção dos crocodilos)

    Crente tem sempre que dar sua assinatura analfabeta…

    RONALDO RESPONDE, E COMO RESPONDE, HEHEHE:

    OBSERVEM BEM COMO PODEMOS DESTRUIR UM IDIOTA QUE PENSA QUE É MAIS DO QUE É NA REALIDADE E COM AS ARMAS DELE MESMO, HEHEHE! VEJAMOS:

    EM PRIMEIRO LUGAR NÃO SOU CRENTE, SOU JUDEU, B’H! EM SEGUNDO LUGAR, MAS IGUALMENTE IMPORTANTE, É QUE EVIDENTEMENTE HOUVE UM ERRO MEU DE DIGITAÇÃO, HEHE, IGUALZINHO A ESTE ERRO SEU AQUI DE DIGITAÇÃO, HEHEHE, OLHA SÓ!

    ” Se é ra dizer “fé”, prefira ficar calado, pois fé é apenas uma opinião pessoal, ” O QUE É RA DIZER????? HEHEHE!

    E MAIS ESTA DAQUI OH! GENTE, HEHEHE!

    “Te contar um segredinho: nessa época as tartarugas nem casco possíam. ”

    O QUE É POSSÍAM, RSRSRSRSRS?

    ANDRÉS TEM SEMPRE QUE DAR SUA ASSINATURA ANALFABETA… HEHEHE, EM CONTRAPOSIÇÃO A, “Crente tem sempre que dar sua assinatura analfabeta…”

    NADA COMO UM DIA APÓS O OUTRO NÃO É MESMO ANDREZINHO, HEHEHEHE! APRENDEU MAIS ESTA!

    AH! E TEM MAIS UMA COISINHA, VAI APRENDER GRAMÁTICA E SEMÂNTICA, POIS SEUS TEXTOS ESTÃO REPLETOS DE ERROS, MAS NÃO QUERO ME ALONGAR NESTE ASSUNTO, POIS NÃO É ESTE O MOTIVO PELO QUAL ESTOU ESCREVENDO E DEBATENDO AQUI, MAS JÁ QUE COMEÇOU, GOSTARIA DE TERMINAR COM:

    VOCÊ ANDRÉ, NOS FALA:

    ” E, ademais, suas perguntas são tão tolas e previsíveis”

    “E, ADEMAIS NÃO”, SÓ ADEMAIS, POIS ADEMAIS QUER DIZER, ALÉM DISSO, OUTROSSIM. (REDUNTANTE NÉ?) NÃO PRECISA DO “E” TÁ? CONSULTE UM PROFESSOR DE PORTUGUES, HEHEHE!

    E DEIXA EU TE CONTAR OUTRO SEGREDINHO, RSRSRS, O CASCO DA TARTARUGA, É COMO SE FÔSSE A COLUNA VERTEBRAL E COSTELAS NOSSA, ENTÃO DUVIDO MUITO DE SUAS FONTES, MOSTRE-NOS, GOSTARÍAMOS MUITO DE VER SUAS FONTES, HEHEHE!

    O QUE OCORRE É QUE ELAS SEMPRE TIVERAM CASCOS, E ESTES ERAM COMO DISSE ACIMA, UM ALRGAMENTO DE SUAS COSTELAS E COLUNA VERTEBRAL, ERAM AINDA INCOMPLETOS, MAS EXISTIAM E SEMPRE EXISTIRAM, POR ISSO SÃO TARTARUGAS, HEHEHEHE!

    DE QUALQUE FORMA, QUANDO OS DINOSSAUROS FORAM ELIMINADOS, FOCO DE NOSSO DEBATE, APRENDA, AS TARTARUGAS, TODAS ELAS, JÁ TINHAM CASCOS COMPLETAMENTE EVOLUIDOS, HEHEHE!

    VAI E ESTUDA ANDRÉZINHO!

    QUANDO FOR RESPONDER ALGO MEU CARO, NÃO DERIVE, SEJA OBJETIVO E DIRETO, E QUANDO FOR NECESSÁRIO, COMO NO CASO DE UMA TARTARUGA SEM CACSO COMPLETAMENTE, MOSTRE-NOS SUAS FONTES E FOTOS SE POSSÍVEL, E ANTES QUE NOS DIGA, MAS NÃO TINHA MÁQUINAS FOTOGRÁFICAS NAQUELA ÉPOCA, E NEM HUMANOS PARA TIRAR, EU TE DIGO, PARE DE ENCHER O SACO, EU ME REFIRO CLARO, A UMA MONTAGEM SÉRIA, CIENTÍFICA, DE IMAGENS POR COMPUTADOR, DEVERÁ SER RISÍVEL ESTA TARTARUGA, COITADINHA! CARA O FOCO É A ÉPOCA DO EXTERMÍNIO DOS DINOSSUAROS, E NÃO OS PRIMÓRDOS DAS TARTARUGAS, ONDE NEM EXISTIAM AINDA DINOSSAUROS, HEHEHE!

    VAI E ESTUDA!

  28. Eu não vi refutação. O que eu vi foi tentativa de mudar os termos. Ademais, CRENTE (crente = aquele que crê), sua resposta à minha pergunta foi baseada em fé. Fé no que traz a sua Tanakh. Ela diz que foi escrita antes, os arqueólogos provam que não, entre eles Israel Finkelstein. Prova que vc não é judeu: Vc escreveu “DEUS”. Judeus NUNCA escrevem assim. Eles escrevem D’us, pois se sentem mínimos perante sua divindade a ponto de se acharem proibidos de sequer escrever seu nome. Lamento, vc não respondeu e, no máximo, se ateve a erros de digitação, CRENTE.

    E sim, as tartarugas datam da época dos dinos também. Mas, CLARO, que vc não leu nenhum dos artigos que eu coloquei, senão teria visto. Coisa normal entre CRENTES metidos a judeus.

    Sua Torah diz que a Terra é um círculo e que é sustentada por… colunas? Uh! Muito preciso! A propósito, não foi Galileu quem disse que a Terra era ESFÉRICA. Regiomontanus já sabia disso. Mas CRENTES são iletrados. Sua Torah chama morcegos de aves e coelhos de ruminantes. Oh! Seu deus, segundo Juízes, não pode perseguir ninguém com carros de ferro. patético. reze pra um deus que preste, CRENTE.

    Vou falar com meus amigos do INPE que chamam trovões de “meteoros”. Putz, 300 anos de ciência jogado fora… Fazer o quê? Eu pensava que quem estudava corpos celestes era astronomia e a meteorologia estudava eventos climáticos. Conhecimento é assim: Uns tem, outros lêem a Bíblia apenas e, por isso, não passam de CRENTES.

    Lech tiezdayen, CRENTE! As fontes foram postadas, vc não leu. Vai pra casa pro pau te comer (coisa que CRENTE adora).

  29. O papo está ficando ótimo, mas parece-me que o André, desculpe-me a honestidade, não sabe muito bem, responder aos pontos nucleares das perguntas do Ronaldo, seria interessante outros entrem no debate, mas parece que o blog está meio morto, uma pena, é um bom blog.

  30. Ronaldinho, não adianta postar com nome de outra pessoa que não cola. Os pontos foram esclarecidos. Não aceitamos trolls por aqui. Bye Bye.

    Ah, e o blog não está morto, ele tem domínio novo há 2 anos. Leia aqui: http://ceticismo.net

    Mas lembre-se: Eu ainda dou as ordens e trollagens ainda não são permitidas. hasta la vista, troll.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: