Quando Plutão deixou de ser planeta

Por Steven Soter
Scientific American fev/2007

A controvertida definição recém-estabelecida de “planeta”, que expulsou Plutão do rol planetário, apesar de falha, contempla os princípios científicos essenciais. Mas, o que é um planeta?

A maioria de nós aprendeu desde cedo a definir como planeta corpos que orbitam uma estrela, brilham ao refletir a luz estelar e são maiores que um asteróide. Embora a definição pudesse não ser muito precisa, ela claramente categorizava os corpos que conhecíamos na época. Mas na década de 90 uma série memorável de descobertas tornou-a insustentável.

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

About these ads

11 Respostas

  1. Isso é um absurdo! Não diz nada mesmo.! Queremos saber, se Plutão deixou de ser planeta, e porquê. Entendem?

    Eu não gostei. Concordo.

    Eduarda.

  2. Se vocês se derem ao trabalho de ler o artigo de Steven Soter, verão quais as regras que a IAU determinou para que determinado corpo celeste seja considerado um planeta.

    Preguiça é algo ridículo e não fará vocês chegarem a lugar nenhum.

  3. concordo com meus colegas leitores, pois nao encontrei o que realmente procuro, nesta publicação.

  4. Por que Plutão deixou de ser planeta ?

    E não vem me diser para ler o texto da derteminação do IAU por que ja li e não entedi…

  5. Primeiramente, não é “diser”, e sim “dizer”.

    A questão é simples.

    1) Tamanho. Se fossem oficializar Plutão como planeta, tendo isso por base, mais de 200 objetos do Cinturão de Kuiper teriam que ser considerados planetas tb.

    2) Força gravitacional. É óbvio que com uma massa pequena, a força gravitacional exercida por ele é bem menor (tal força é proporcional às massas e inversamente proporcional à distancia que separam os corpos).

    Preste atenção a estes parágrafos:

    Um planeta é, portanto, um corpo que engoliu ou espalhou a maior parte da massa de sua zona orbital. A divisão clara de corpos em planetas e não-planetas revela aspectos importantes do processo que formou o Sistema Solar. Todos esses corpos cresceram de um disco achatado de gás e poeira em órbita do Sol primordial. Na competição pela quantidade limitada de material bruto, alguns corpos venceram. Seu crescimento se tornou auto-reforçador, de modo que, em vez de um espectro contínuo de corpos de todos os tamanhos, o resultado foi um único corpo grande que dominou cada zona orbital. Os corpos menores foram capturados pelos maiores, ejetados do Sistema Solar ou engolidos pelo Sol, e os sobreviventes se tornaram os planetas que vemos hoje. Os asteróides e cometas, incluindo os KBOs (Objetos do Cinturão de Kuiper), são detritos que sobraram.

    A definição da IAU ainda inclui a esfericidade como critério para distinguir um planeta, embora estritamente falando isso seja desnecessário. O critério da limpeza orbital já diferencia planetas de asteróides e cometas. A definição também remove a necessidade de um limite superior de massa para separar planetas de estrelas e anãs-marrons. As relativamente raras anãs-marrons que servem de companheiras de estrelas em órbitas próximas podem ser classificadas como planetas; diferentemente das anãs-marrons em órbitas maiores, elas devem ter se formado do disco de acreção.

    Em resumo, a diferença entre planetas e não-planetas é quantificável, tanto na teoria quanto por observações. Todos os planetas do nosso Sistema Solar têm massa suficiente para ter engolido ou espalhado todos os planetesimais originais de suas zonas orbitais. Hoje, cada planeta contém pelo menos 5 mil vezes mais massa que todos os detritos em sua vizinhança. Asteróides, cometas e KBOs, incluindo Plutão, em contraste, vivem em meio a grupos de corpos comparáveis.

    Diga, o que vc não entendeu disso?

  6. esse site é muito bom
    para quem quer aprender!

  7. vc poderiam colocar coisas mais interessantes e com mais fotos

  8. Serve um gibi do Maurício de Souza?

  9. Acho que o gibi mais adequado para eles seria o do Johnny Bravo .

  10. Eu andei aqui a procura de informaçoes do porque e que plutao deixou de ser considerado planeta e nao diz aqui nada a esse respeito.
    Obrigada pela atençao

  11. Diz sim, mas vc é preguiçosa, analfabeta ou as duas coisas.

Os comentários estão desativados.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 81 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: